Por que os Psiquiatras não interessam pela síndrome de Despersonalização e Desrealização?

Olá nesta sétima matéria vou abordar sobre: Por que os Psiquiatras não interessam pela síndrome de Despersonalização e Desrealização?

O objetivo da série abordando Despersonalização e Desrealização é para esclarecer e relatar o que essas pessoas sentem na pele. E, o pior os remédios que tomamos de nada adianta apenas ameniza o sofrimento. Então fica uma pergunta – Porque a Medicina não dar uma resposta, porque a imprensa não interessa pelo o assunto? Porque os programas de Tvs que abordam saúde não coloca este tema em pauta?.

 Quem já leu meus artigos, ou matérias e tem os sintomas sabe do que estou falando. Bem mas vale lembrar: a Despersonalização e Desrealização faz a pessoa viver como se estivesse em um sonho, como se nada fosse real, daí a origem do nome desrealização, outros relatam que perdem o contato consigo mesmo, parecendo está fora do próprio corpo e daí também a origem do nome despersonalização.

Mas voltando ao assunto da nossa matéria: Por que os Psiquiatras não interessam pela síndrome de Despersonalização e Desrealização?  É a resposta que talvez seja simples, mas nem tanto, pois são sintomas que eles nunca passaram, então, fica difícil julgar um profissional por que não sabe do que se trata de um assunto, uma vez que durante o curso de Psiquiatria os médicos não estudam sobre DP e DR, pois para a literatura não se trata de uma doença e sim de um “sintoma” mas que sintomas são estes? Eis a pergunta não é. Quando eu estava no curso de Psicologia apenas uma professora mencionou sobre DP e DR, mas bem resumidamente, eu ali sentando e lúcido jamais pensaria que um dia iria passar por isso. O pior da situação é não encontrar uma cura, ou uma saída…

O atendimento tradicional dos médicos 

Quando iniciou o problema em mim, procurei vários médicos o primeiro foi um cardiologista, realizei exames do coração e nada constou. Depois fui ao um Neurologista, após relatar todo o problema, ele pediu uma tomografia e uma ressonância magnética computadorizada, ambas não deram nada. Depois voltei nele e ele, disse para eu procurar um médico especialista, pois meu problema era TAG – Transtorno de Ansiedade Generalizada, bom m ai começou minha luta… lembro-me que marquei um médico psiquiatra em Santana para quem não mora em São Paulo é um bairro próximo da capital. Quando cheguei nele falei dos sintomas.. Ele dizia conta mais…eu contei estou com: “medo, desconforto intenso, ansioso, palpitações, coração acelerado, taquicardia; sudorese; tremores ou abalos; sensações de falta de ar ou estar a sufocar; sensações de asfixia; dor e desconforto sensação de tontura, instabilidade, vertigem sei lá meio anestesiado” Ele dizia conta mais…. Eu contei mais… Doutor pesquisei na internet e estes sintomas chamam-se Desrealização e Despersonalização. Ele olhou para mim e sorriu.. Calma isso não existe!… pensei comigo meu Deus… o primeiro médico que estou consultando não sabe de DP e DR.. Ele me ouviu 40 minutos, segundo ele com todos pacientes a consulta duram este período. Ele me receitou Fluoxetina 50 Mg. Confesso que de nada adiantou a cada dia estava piorando.. achei que estava ficando louco, como dizem no popular perdendo o juízo.

O desespero e sozinho

O desespero bateu e o pior que estava sozinho, sozinho e Deus somente.. Pesquisei na internet, ligava nas clínicas e as secretárias diziam passa na consulta quem sabe o Médico sabe dessa tal de DP e DR. Marquei com um Médico no bairro Paraíso, para quem não é de São Paulo é um bairro nobre que fica na capital. Bem cheguei na clínica o médico era bem de idade uns 70 anos por ai.. pensei comigo, ele deve saber, ou já ouviu falar de DP e DR. Esperei uns 20 minutos quando chamou meu nome, bem entrei em sua sala ele perguntou o que te traz aqui? Sabe quando você está indo em vários e a mesma pergunta: o que te traz aqui? Com toda didática expliquei meus sintomas, ele perguntou como iniciou isso? Falei bem devagar e passo a passo como começou os sintomas.

Ele me interrompeu pare! Pare! Já sei o que você tem! Pensei comigo que bom encontrei um médico que sabe de DP e DR. Puro engano meu, ele receitou passiflora, e umas balinhas calmante, segundo ele eu estava esgotado físico e mental, que tais balinhas de seis em seis horas iriam me curar.. Com toda educação aceitei sua receita e sair da clínica com o mesmo problema, ou seja, mais uma consulta para nada e dinheiro jogado fora. Minha DP e DR iniciou em Fevereiro de 2016, minha luta atrás de cura com psiquiatras se estendeu nos meses de Maio e Junho e ai por diante, ao todo fui em 15 clínicas, ou seja, 15 médicos.

 Estava no metrô e uma amiga me disse que conhecia um médico muito bom, no Jardins, bairro nobre de São Paulo, segundo ela o tal médico era famoso e concedia sempre entrevistas para o fantástico da Rede Globo, e outras Tvs e que a consulta era caro, mas ele resolvia meu problema, como tinha plano da AMIL aceitei a recomendação dela, liguei na clínica e marquei a consulta R$ 650,00, mas como tinha plano tudo bem. Lá se foi eu, mais uma consulta, a clínica toda de vidro, espaço aconchegante algo bem de classe média, lembro que subir uma escada, e na sala de espera TV, Revistas, jornais para ler, café, chás etc…tinha umas dez pessoas, ele me chamou e sentei em sua frente, perguntei Doutor pode me escutar um pouquinho ele respondeu que sim..

Disse que ele era o 16º (décimo sexto) médico, ele olhou assustado, você está fazendo pesquisa de Mestrado? Eu disse, bem que queria que fosse isso.. Bom expliquei resumidamente meus sintomas: desrealização (sensações de irrealidade) e despersonalização (sensação de estar distanciado de mim mesmo); medo de perder o controlo ou “enlouquecer”; medo de morrer etc.. Ele me escutou pegou o bloco de receita e me passou Venlafaxina 50 mg, e disse que eu iria ficar bom, marcou retorno para 30 dias, voltei nele, pois de todos foi o que mencionou DP e DR, lembro que fui nele por quatro vezes. Mas seus medicamentos de nada adiantaram.

O atendimento tradicional dos médicos é bem parecido uns com os outros, parece que todos se formaram na mesma faculdade. O pior que eles não buscam conhecer novos sintomas, eles focam somente nos sintomas que aprendem na Universidade, que são: Transtorno do Pânico, Ansiedade, Esquizofrenia, Depressão, entre outros mais conhecidos. O que mais me chamou atenção é que de todos que consultei não sabe o que é DP e DR, e o pior não se interessa, a saber.

Mas por que os Psiquiatras não interessam pela síndrome de Despersonalização e Desrealização?

A resposta é simples, é que eles focam nos sintomas do cotidiano, os sintomas tradicionais que aprendem na Faculdade, dentre os quais: Transtorno do Pânico, Ansiedade, Esquizofrenia, Depressão, etc. É muito mais fácil eu receitar um medicamento conhecido para tal transtorno, do que eu receita algo que possa causar mal, ou chutar algum remédio tipo, vou receita isso, talvez dê certo, disse talvez..pois isso aconteceu comigo, o profissional diante da minha insistência ele disse olha vou te passar este talvez dê certo.. Pela ética da medicina nenhum médico pode receitar um medicamento duvidoso, e na psiquiatria não é diferente, os médicos irão receitar aqueles remédios que sabe que não vai causar problema.

É aquela frase se não melhorar piorar não vai.. ou, pior do que tá não fica.. mas é bem por ai.. Isso me chamou atenção, Outra questão por que eles não interessam pela DP e DR é porque o sintoma é pouco divulgado, e quando é divulgado é distorcido para Depressão, Ansiedade, entre outros transtornos. Uma outra questão é que a imprensa não interessa pelo o assunto, e quando fala é distorcido, ai fica a pergunta – porque não interessa? Será que nenhum médico já teve DP e DR? Bem possa ser que já teve ou tem, mas encaram como se fosse outro transtorno já que não conhece certo.

Li um artigo outro dia cujo título é: os médicos também adoecem. Muitos deles são problemas de estresses, esgotamentos e cansaço, depressão, ansiedade e pânico, além de outros sintomas mais graves. Um exemplo foi a Minissérie Sob Pressão que foi ao ar na Globo o ator viveu um médico drogado, e tinha medo de agulhas etc. Ou seja, a emissora mostrou o dia a dia dos médicos que trabalham com problemas de saúde, e estes problemas são de esfera mental.

Atualmente as pessoas ignoram a DP e DR, mas concordamos que essas pessoas não são especialistas de saúde, ou seja, não são médicos. Mas quando deparamos com médicos Psiquiatras que ignoram e finge não ouvir os relatos do paciente é algo grave, é como se estivéssemos jogando nosso dinheiro pago pela consulta no lixo. Como relatei isso já aconteceu comigo. Para preservar os nomes das clinicas e médicos não mencionei aqui na matéria, mas quero dizer que atualmente faço tratamento com um médico que trabalha com linha de medicamento manipulado, que por sinal tenho sentido uma melhora, ele sabe o que é DP e DR, quando levei o problema para ele, foi o único que me ouviu e interessou a me receitar algo diferente, digo diferente, pois a pessoa com DP e Dr não adianta tomar remédios para depressão e ansiedade ou pânico. Como: Imipramina, Clomipramina, Amitriptilina, desipramina e Nortriptilina, Fluoxetina, Paroxetina, Citalopram, Escitalopram, Sertralina, Venlafaxina, Duloxetina e Mirtazapina. Estes remédios vão é piorar os sintomas da DP e DR.

Segundo pesquisas o medicamento que pode melhorar os sintomas são os antiepiléticos como a Lamotrigina, muitos profissionais não conhecem os sintomas, profissionais que refiro são os médicos. Por eles não conhecer os sintomas da DP e DR eles receitam remédios ao contrário, e ao invés de o paciente sentir bem vai é sentir pior. O paciente deve-se iniciar com a lamotrigina com dese de 50 mg, após dois meses aumentar para 100 mg, após dois meses aumentar para 150 mg, e assim por diante. Segundo pesquisas comprovadas após seis meses o paciente sentirá melhoras. Particularmente eu tomo lamotrigina estou com 100 mg. E meu médico está ciente que deve aumentar a dose a cada 60 dias.

Matéria 07 de 10 – Série Dp e Dr

Na oitava matéria vou falar sobre:  Como é o dia a dia da pessoa com DP e DR?

Leia também:

  1. Despersonalização e Desrealização – um sintoma desconhecido pela Medicina
  2. Que Sintomas são esses! Será que estou enlouquecendo? – DP e DR 
    3. Despersonalização e Desrealização – DP e DR Quais as sensações causas e tratamento
  3. As promessas de cura da Despersonalização e Desrealização 
  4. Por que existem pessoas oferecendo cura para a Despersonalização e Desrealização? 
  5. Quem fala que curou da Despersonalização e Desrealização? Será que elas tinham a síndrome DP e DR?

    Fonte
    : Blog Já Publiquei

Uma consideração sobre “Por que os Psiquiatras não interessam pela síndrome de Despersonalização e Desrealização?”

  1. eu não sei nem mais oq procurar, já to assim a meses e nada de melhora, já até me “acostumei” com a DR. so penso em tirar minha vida…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s