Por que existe o dia da Matemática?

Já reparou que a matemática está em tudo?

Por que existe o dia da Matemática?, muitas pessoas perguntam porque existe o dia internacional da Matemática, o Matemático e Pedagogo Valdivino Sousa explica, de onde surgiu a origem de comemorar o dia da Matemática. Mas dia da matemática?nada mais justo da mãe de todas as demais ciências  ter seu dia. E você já parou para pensar que a esta ciência está em tudo? por isso que é importante no dia 6 de maio a comemoração do dia  da Matemática, em homenagem ao educador brasileiro Malba Tahan.

Para Malba Tahan a matemática nos ajuda a pensar, analisar e interpretar criticamente as informações do dia a dia para resolver problemas e questões de ordens diversas.

Em 2.400 a.C, o homem primitivo já contava com uso de ossos, pedras e dedos das mãos e dos pés para fazer medições. E, antes do século VI a.C, egípcios, babilônicos e chineses já eram capazes de fazer cálculos de ordem prática com muita precisão. Porém, foram os gregos que introduziram o encadeamento sistemático de teoremas que tornaram a matemática uma ciência. Em homenagem ao matemático, escritor e educador brasileiro Júlio César de Mello e Souza, mais conhecido como Malba Tahan, o dia da matemática é comemorado todo 6 de maio, a partir de 2013, no Brasil.

Valdivino Sousa explica que a matemática está presente em nosso dia a dia em tudo e é de suma importância que professores e alunos percebe essa importância. “Se você for trabalhar no comércio, você tem que saber dar um troco; na padaria, você terá que saber fracionar as porções para fazer os pães, os bolos. No laboratório, também terá de lidar com as frações. Se for médico, vai ter que operar um equipamento e ter noções de matemática. Na agricultura, com a mecanização, a pessoa tem que se qualificar para usar um equipamento – que existe uma série de botões e de números”, explica.

No mundo globalizado em que vivemos, as transformações tecnológicas e econômicas têm exigido de nós uma mudança na nossa forma de pensar, analisar e interpretar criticamente as informações do dia a dia para resolver problemas e questões de ordens diversas.

“A  matemática tem uma participação poderosa por estimular a capacidade de análise crítica e oferecer ferramentas como o raciocínio lógico, que auxilia no desenvolvimento de estratégias, inclusive na vida pessoal”. Explica Valdivino Sousa.

“A matemática aprimora o cálculo mental, que leva ao desenvolvimento da concentração e a capacidade de fazer estimativas, estatísticas, que perpassam por todo um treino de cálculo mental”, afirma.

O professor Romicran Teixeira, com 35 anos de magistério, diz que a matemática sempre foi e sempre será um instrumento para a ciência. “Há tempos que ela deixou de ser apenas uma ciência exata para ser mais integradora e até mais divertida. A matemática instiga e desenvolve uma parte importante do cérebro. Ela é desafiadora como a nossa vida e nos ajuda a fazer uma leitura de mundo não só pelo raciocínio lógico, mas também junto a outras ciências. Viva a matemática.

O friburguense Pedro Lack, de 15 anos, que já ganhou medalhas em olimpíadas diversas de matemática diz que essa área de conhecimento também ajuda na lógica de resolver novos problemas.

“A matemática é a linguagem com a qual Deus escreveu o mundo”, então, nada poderia ser mais lógico do que aprendê-la para decifrar o mundo. A paciência e a habilidade de lidar com o desconhecido são habilidades que aprendi com essa matéria e na resolução de problemas das olimpíadas de que participei. Procurar a lógica no novo faz os problemas recentes se tornarem os que já resolvemos várias vezes”, afirma.

Malba Tahan

Publicou 120 livros, sendo 51 voltados à matemática, com o diferencial de conseguir repassar o conteúdo de modo envolvente, com enigmas e fantasias. Com mais de um milhão de livros, vendidos, sua obra mais famosa é “O homem que calculava”, que se tornou um best-seller.

Em relação à metodologia de Malba Tahan, Romicran diz: “ele procura trabalhar com o lúdico, que é uma maneira de atrair o aluno, sendo um bom ponto de partida, mas, quando se descobre a matemática, vê-se que é muito mais do que isso”.

Valdivino Sousa é Professor,  Matemático, Pedagogo, Contador, Bacharel em Direito, Mestrado em Ciências da Educação Matemática e Escritor. Criador do método X Y Z que facilita na aprendizagem de equação e expressão algébrica com objetos ilustrativos. Docente nos cursos de Matemática, Ciências Contábeis, Administração e Engenharia. Autor de mais de 15  livros e têm vários artigos publicados em revistas e jornais especializados.  Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Equações Diferenciais Parciais, Matemática Computacional e Engenharia Didática, atuando principalmente nos seguintes temas: métodos numéricos, equações diferenciais, modelagem, simulações e  didática no ensino de Matemática.

Além da Matemática atua há mais de 20 anos em Contabilidade e desde 2005 é Contador responsável da Alves Contabilidade.

Outras atividades: Programador Web, Estrategista de Conteúdo e mídias digitais, Blogueiro Mtb 60.448. Semanalmente escreve para o portal D.Dez, Jornal da Cidade e Folha Online. Sobre: Comportamento, Educação Matemática e Desenvolvimento da Aprendizagem.

Currículo Lattes

 

General Villas Bôas: Olavo de Carvalho é “trotski de direita”

O Antagonista

Bronca de comandante

Opinião

Bolsonaro diz que não há divisão entre militares e olavistas no governo: ‘Tudo é um time só’

G1

Inscrições do Enem 2019 estão abertas

Brasil Escola

Mike Rawlings, prefeito de Dallas, plano B de Bolsonaro após ser escorraçado de Nova York

Para você

Recomendações com base em seus interesses

Queda de Maduro passa por Moscou

Select Game

Prédio alugado onde funcionava o escritório da Presidência da República, na Avenida Paulista (Rovena Rosa/Agência Brasil)
Esta terça-feira deveria ser o dia do leilão da Avianca, mas decisão suspendeu ação

Xiaomi manda o Redmi Note 7 para o espaço

AndroidPIT

Opinião
Alô, Flamengo! Peñarol ainda não venceu brasileiros no Campeón del Siglo O Dia - Flamengo - Jornal O Dia

Portal de notícias de Nova Friburgo e Região

Nova Friburgo em Foco

Rio registra aumento de 80% nos casos de chikungunya O Dia - Rio de Janeiro

O poder do mosquito

Folha de S.Paulo

Opinião

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s