Onyx, Maia e Marinho discutem destaques, como do PSL, que podem atrasar Previdência

Onyx Lorenzoni e Rodrigo Maia discutem pontos que podem atrasar a Reforma da Previdência

Onyx, Maia e Marinho discutem destaques, como do PSL, que podem atrasar Previdência

Onyx Lorenzoni e Rodrigo Maia discutem pontos que podem atrasar a Reforma da Previdência

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, foi à residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na manhã desta segunda-feira (1º), para acertar os detalhes da votação da reforma da Previdência ainda neste semestre.

Segundo Onyx, ele, Maia, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-RJ), e o secretário especial da Previdência, Rogério Marino, preparam o cronograma das próximas semanas no Congresso.

“Estamos preparando as próximas duas semanas que serão decisivas para a Previdência”, disse o ministro ao blog.

Maia afirmou à reportagem que a ideia é discutir quais destaques poderão ser apresentados ao relatório na comissão especial que podem levar ao adiamento da votação.

Leia mais em: https://g1.globo.com/politica/blog/andreia-sadi/post/2019/07/01/onyx-maia-e-marinho-discutem-destaques-como-do-psl-que-podem-atrasar-previdencia.ghtml

Toffoli sinaliza que prisão em segunda instância não será julgada neste ano

MATEUS BONOMI/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO
Toffoli sinaliza que prisão em segunda instância não será julgada neste ano
O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, afirmou hoje que, “a princípio”, a questão sobre a prisão após condenação em segunda instância não voltará a ser julgada neste ano na corte. Toffoli falou com jornalistas durante cerimônia de divulgação do balanço do primeiro semestre do tribunal. No evento, ele se recusou a falar sobre os vazamentos de conversas do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), de quando ainda era juiz federal, com procuradores da Operação Lava Jato.