No 4º dia de discussão, Câmara deve analisar 8 destaques da reforma hoje

Depois de aprovada a reforma da Previdência, sai de cena o presidencialismo de coalizão e entra o parlamentarismo branco

No 4º dia de discussão, Câmara deve analisar 8 destaques da reforma hoje

A Câmara dos Deputados encerrou às 2h da madrugada desta sexta-feira, 12 de julho, a sessão que analisava os destaques da reforma da Previdência. O plenário não conseguiu analisar todas as sugestões de alterações ao texto-base. Ainda faltam oito destaques, que devem ser apreciados em sessão desta sexta. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou uma nova sessão para as 9h da manhã.

Leia mais em: https://istoe.com.br/camara-altera-3-pontos-do-texto-base-da-previdencia-analise-continua-nesta-sexta/

notícias

Economia

No 4º dia de discussão, Câmara deve analisar 8 destaques da reforma hoje

No 4º dia de discussão, Câmara deve analisar 8 destaques da reforma hoje

Vista geral da Câmara dos Deputados, no início da votação da reforma da Previdência, em Brasília, 9 de julho de 2019 – AFP

Estadão Conteúdo

AddThis Sharing Buttons

Share to WhatsAppShare to LinkedIn

A Câmara dos Deputados encerrou às 2h da madrugada desta sexta-feira, 12 de julho, a sessão que analisava os destaques da reforma da Previdência. O plenário não conseguiu analisar todas as sugestões de alterações ao texto-base. Ainda faltam oito destaques, que devem ser apreciados em sessão desta sexta. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou uma nova sessão para as 9h da manhã.

PUBLICIDADE

Ao fim da sessão, Maia afirmou que havia risco de se votar os próximos destaques com os deputados já cansados. “Tinha risco de um supressivo e já tinham dois partidos obstruindo”, disse. “Amanhã (hoje, sexta) a gente termina os destaques, encaminha para comissão especial e vê se a gente consegue ainda mobilização para votar o segundo turno”, afirmou. Maia, no entanto, demonstrou preocupação em manter um quórum qualificado em uma sexta-feira. “Não sei quando termina, quero que termine tudo amanhã (sexta) à noite ou sábado de manhã”, disse.

Questionado se a aprovação poderia ficar para o segundo semestre e se isso seria prejudicial para a reforma, ele afirmou que o melhor é terminar tudo antes do recesso. “Como o Senado não vai votar agora, não vejo nenhuma gravidade, mas o ideal é que a gente possa terminar tudo amanhã e ainda nesse semestre”.

No texto-base, aprovado na noite de quarta-feira, 10, foram modificadas as regras do cálculo do benefício para mulheres, do tempo mínimo de contribuição para homens e das idades mínimas que serão exigidas de policiais.

O que mudou

Tanto homens quanto mulheres passaram a ter regras um pouco mais vantajosas, com o tempo de contribuição mínimo permanecendo em 15 anos, como é hoje. As mulheres ficaram, contudo, com regras de cálculo do benefício um pouco melhores.

Por meio de emenda aglutinativa apresentada pelo DEM, o benefício para as mulheres será de 60% da média salarial de contribuição, com dois pontos percentuais para cada ano a mais de trabalho a partir dos 15 anos de contribuição.

Para os homens, essa regra de dois pontos percentuais a cada ano só valerá a partir dos 20 anos de contribuição. A condição foi estabelecida pelo destaque apresentado pelo PSB, que permitiu que eles se aposentem após 15 anos de contribuição.

Já as alterações para policiais foram feitas por meio de uma emenda aglutinativa apresentada pela bancada do Podemos. Ela reduziu a ideia mínima exigida para policiais federais, policiais civis do Distrito Federal e agentes penitenciários e socioeducativos federais desde que eles cumpram a regra de pedágio de 100% do tempo de contribuição que faltar para se aposentar. Ou seja, vão precisar trabalhar o dobro do tempo que falta para se aposentar.

Para essas categorias de segurança pública, a idade mínima será de 52 anos para mulheres e de 53 anos para homens mais o pedágio. Caso essa condição não seja cumprida, a idade exigida segue sendo a de 55 anos para ambos os sexos, conforme previsto no texto original. Nos dois casos, o tempo de contribuição tem de ser de 25 anos para mulheres e de 30 anos para homens, com 15 e 20 anos de serviço policial respectivamente.

Professores

O destaque dos professores, apresentado pelo PDT, ficou para ser analisado na sessão desta sexta-feira. A mudança tem o apoio de vários partidos. Ela propõe reduzir a idade mínima para 55 anos no caso dos homens e 52 anos no caso das mulheres. A alteração atinge professores federais, de instituições privadas e dos municípios que não têm regimes próprios.

Pelo texto aprovado na quarta-feira, os professores se aposentarão com 60 anos (homens) e 57 anos (mulheres), com 25 anos de contribuição. Hoje não há idade mínima, mas se exige tempo de contribuição de 25 anos (mulheres) e 30 anos (homens) no setor privado. No setor público, a idade mínima exigida é de 50 anos (mulheres) e 55 anos (homens), com 25 anos (mulheres) e 30 anos (homens) de tempo mínimo de contribuição, sendo 10 anos como servidor público e 5 anos no cargo de professor.

AddThis Sharing Buttons

Share to WhatsAppShare to LinkedIn

Comentar no Facebook

Assine! Confira todos os descontos em assinaturas


Destaques


Só em ISTOÉ

previdência

No 4º dia de discussão, Câmara deve analisar 8 destaques da reforma hoje


#PSLTraidor ganha força após partido apoiar vantagens para policiais

Reforma

#PSLTraidor ganha força após partido apoiar vantagens para policiais

Após inundação, cidade baiana vai entrar em estado de emergência

pedro alexandre

Após inundação, cidade baiana vai entrar em estado de emergência


Brasil

Ver mais


Polícia apreende 4 toneladas de maconha em rodovia no estado do Rio

rio de janeiro

Polícia apreende 4 toneladas de maconha em rodovia no estado do Rio

Engavetamento fecha duas faixas da Via Dutra em Guarulhos, no sentido SP

acidente

Engavetamento fecha duas faixas da Via Dutra em Guarulhos, no sentido SP

MEC quer alterar meta de investimento de 10% do PIB

educação

MEC quer alterar meta de investimento de 10% do PIB

Eduardo Bolsonaro faz 35 anos e ganha festa surpresa com tema de filme infantil

deputado

Eduardo Bolsonaro faz 35 anos e ganha festa surpresa com tema de filme infantil


Mundo

Ver mais


Balanço de acidente de trens no Paquistão sobe a 23 mortos

paquistão

Balanço de acidente de trens no Paquistão sobe a 23 mortos

Quatro britânicos são detidos na China em operação de combate às drogas

china

Quatro britânicos são detidos na China em operação de combate às drogas

Turquia recebe primeiro carregamento de mísseis russos

turquia

Turquia recebe primeiro carregamento de mísseis russos

Imigrantes ilegais invadem caminhão da Ferrari que seguia para a Inglaterra

na frança

Imigrantes ilegais invadem caminhão da Ferrari que seguia para a Inglaterra


Tecnologia

Teste: Com P30 Pro, Huawei volta em grande estilo ao Brasil

smartphone

Teste: Com P30 Pro, Huawei volta em grande estilo ao Brasil


Economia

Ver mais

Erro com cupom de desconto vira oferta no Magazine Luiza

ecommerce

Erro com cupom de desconto vira oferta no Magazine Luiza

Light: preço da ação na oferta sai por R$ 18,75, alcançando R$ 2,49 bilhões

energia

Light: preço da ação na oferta sai por R$ 18,75, alcançando R$ 2,49 bilhões

Gigantes dos alimentos, BRF e Marfrig desistem de fusão bilionária

carnes

Gigantes dos alimentos, BRF e Marfrig desistem de fusão bilionária


Esportes

Ver mais


Preparo de terreno em área de novo autódromo no Rio custou R$ 86 milhões

autódromo do Rio de janeiro

Preparo de terreno em área de novo autódromo no Rio custou R$ 86 milhões

Projeto veta recurso para Copa de 2026 até que os EUA tenham igualdade

futebol feminino

Projeto veta recurso para Copa de 2026 até que os EUA tenham igualdade


Gente & TV

Ver mais

Ator revela que viver Jesus Cristo em série ajudou a se assumir como gay

sexualidade

Ator revela que viver Jesus Cristo em série ajudou a se assumir como gay

Lulu Santos sobre marido: “Devo ao The Voice esse momento tão íntimo”

cantor

Lulu Santos sobre marido: “Devo ao The Voice esse momento tão íntimo”

Chef Paola Carosella rebate crítica aos seus seios no Twitter

“gosto deles”

Chef Paola Carosella rebate crítica aos seus seios no Twitter


Só em ISTOÉ


Há 50 anos, Neil Armstrong se tornava o primeiro homem a pisar na lua. Conheça os detalhes desse feito histórico

O dia em que caminhamos na lua

Há 50 anos, Neil Armstrong se tornava o primeiro homem a pisar na lua. Conheça os detalhes desse feito histórico

Estratégia eleitoral prevê a dobradinha Bolsonaro-Sergio Moro em 2022 e o ex-juiz como cabeça de chapa em 2026

Moro será o próximo vice?

Estratégia eleitoral prevê a dobradinha Bolsonaro-Sergio Moro em 2022 e o ex-juiz como cabeça de chapa em 2026


Editorial

Bolsonaro deveria ir pescar

Carlos José Marques

Bolsonaro deveria ir pescar


Brasil


Depois de aprovada a reforma da Previdência, sai de cena o presidencialismo de coalizão e entra o parlamentarismo branco

Divórcio em andamento

Depois de aprovada a reforma da Previdência, sai de cena o presidencialismo de coalizão e entra o parlamentarismo branco

O novo PSDB promete não ceder mais espaço para políticos corruptos e já avisou a Aécio: ou desfilia-se ou será expulso do partido

A expulsão de Aécio

O novo PSDB promete não ceder mais espaço para políticos corruptos e já avisou a Aécio: ou desfilia-se ou será expulso do partido


Para não perder apoio da bancada religiosa, Bolsonaro adota o “é dando que se recebe”

A fé cobra a fatura

Para não perder apoio da bancada religiosa, Bolsonaro adota o “é dando que se recebe”

Novas exigências entram na ordem do dia para a preservação física de Bolsonaro

O GSI vai mudar

Novas exigências entram na ordem do dia para a preservação física de Bolsonaro


Jair Bolsonaro baterá o recorde de todos os governantes do Brasil no alto número de indicações para as Cortes

O dono dos tribunais

Jair Bolsonaro baterá o recorde de todos os governantes do Brasil no alto número de indicações para as Cortes

Eduardo Eugênio Gouveia Vieira abusa de um orçamento de R$ 1 bilhão com gastos em compra de palacete, viagens a Paris e fretamento de jatinhos

Monarca ou déspota?

Eduardo Eugênio Gouveia Vieira abusa de um orçamento de R$ 1 bilhão com gastos em compra de palacete, viagens a Paris e fretamento de jatinhos


Economia


Celebridades superam a condição de garotos-propaganda, identificam oportunidades e investem em serviços

Franquias das estrelas

Celebridades superam a condição de garotos-propaganda, identificam oportunidades e investem em serviços

Consumidores que tiverem notas altas no cadastro positivo terão juros mais baixos em compras e empréstimos

Recompensa aos bons pagadores

Consumidores que tiverem notas altas no cadastro positivo terão juros mais baixos em compras e empréstimos


Internacional

Charles vai virar rei

Charles vai virar rei

Notícia de que rainha Elizabeth II abdicará em favor de seu filho Charles em 2021, quando completar 95 anos, levanta o debate no Reino Unido sobre a sucessão na monarquia mais famosa do mundo


Vitória de líder conservador encerra turbulento ciclo político na Grécia, que passou pelo populismo de esquerda

Presidente de grego

Vitória de líder conservador encerra turbulento ciclo político na Grécia, que passou pelo populismo de esquerda

Ligação com Trump agrava caso do magnata preso em NY por exploração sexual de meninas

O bilionário pedófilo

Ligação com Trump agrava caso do magnata preso em NY por exploração sexual de meninas


Cultura

A herança de João Gilberto

A herança de João Gilberto

Com a morte do cantor e violonista inovador, na semana passada, aos 88 anos, fica a pergunta: por que o Brasil não usou a Bossa Nova para se consolidar culturalmente no mundo?


“Muita gente também não aceitava o Picasso”

entrevista/romero britto

“Muita gente também não aceitava o Picasso”

Nova versão do clássico pretende reinventar a forma de fazer cinema, mas mantém o roteiro banal

Um leão mais real que o real

Nova versão do clássico pretende reinventar a forma de fazer cinema, mas mantém o roteiro banal


Gente

Ativista nas telas

Ativista nas telas

Assine!

Copyright © 2019 – Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.

Unmute
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Direito à informação e a liberdade de expressão

%d blogueiros gostam disto: