Primeiro delator da Zelotes afirma ter sido ‘obrigado’ a delatar para liberar patrimônio

Primeiro delator da Zelotes afirma ter sido ‘obrigado’ a delatar para liberar patrimônio

O ex-auditor Paulo Roberto Cortez diz que foi “obrigado a fazer uma delação premiada”; caso não concordasse, seus bens seriam desbloquados apenas ao final dos processos, “entre uns 15 a 20 anos”; entre os réus da operação Zelotes está o ex-presidente Lula

O advogado e ex-auditor fiscal Paulo Roberto Cortez, primeiro delator da Operação Zelotes, diz que foi “obrigado a fazer uma delação premiada” em função da liberação de seus bens e valores.

Leia mais em: https://www.brasil247.com/regionais/brasilia/primeiro-delator-da-zelotes-afirma-ter-sido-obrigado-a-delatar-para-liberar-patrimonio#.XU3wyB0rhak.twitter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s