Mulheres e a Justiça podem aprender com a história de Najila

Modelo Najila Trindade, que acusa Neymar de estupro, em entrevista ao SBT - Reprodução/SBT

Mulheres e a Justiça podem aprender com a história de Najila

O caso mobilizou o noticiário e as rodas de conversa mais diversas –das feministas aos boleiros– durante semanas, com direito a um novo patamar de polarização em um país no qual o fla-flu ideológico parece não ter um fim próximo. No entanto, a investigação da acusação de estupro apresentada pela modelo Najila Trindade contra o jogador Neymar acabou arquivada pela Justiça, nos últimos dias, a pedido do Ministério Público de São Paulo.
A promotoria considerou não haver provas suficientes para denunciar o jogador. O advogado de Najila, Cosme Araújo, pediu à Justiça o desarquivamento do caso e solicitou que “fosse dado valor à palavra da mulher” para a instrução criminal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s