Genes não ajudam a prever homossexualidade, mostra estudo

Resultado de imagem para Genes não ajudam a prever homossexualidade, mostra estudo

Genes não ajudam a prever homossexualidade, mostra estudo

Maior pesquisa já feita sobre o assunto aponta que só 1% do comportamento sexual pode ser explicado por alguns genes

O maior estudo já feito acerca da influência do genoma sobre a homossexualidade, envolvendo meio milhão de pessoas, sugere que essa característica é tão multifacetada quanto outros traços complexos da natureza humana, como a inteligência ou o talento para esportes.

Ao que tudo indica, interações complicadas entre milhares de genes e o ambiente em que as pessoas se desenvolvem ajudam a entender por que alguém se relaciona com parceiros do mesmo sexo, diz a pesquisa, coordenada por pesquisadores dos EUA e da Europa e publicada na revista Science.

Os resultados devem sepultar de vez a busca por um único “gene gay” (algo já desacreditado na comunidade científica há tempos). Também inviabilizam tentativas de usar dados de DNA para identificar pessoas com preferências homossexuais ou métodos biológicos para reverter tais preferências, simplesmente porque elas dependem de fatores variados e complexos demais para serem alterados.

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2019/08/genes-nao-ajudam-a-prever-homossexualidade-mostra-estudo.shtml

Estamos perto da distopia retratada em Bacurau? Para elenco, já começou

Cena do filme "Bacurau", dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles - SBS Distribution
Estamos perto da distopia retratada em Bacurau? Para elenco, já começou
O cenário é um minúsculo povoado encravado no interior nordestino, em um futuro não muito distante que mais parece o presente. Pelo simples prazer de ver o sangue jorrar, um grupo armado estrangeiro decide invadir o local e dizimar toda a população —crianças e cachorros primeiro—, como se os habitantes fossem apenas alvos móveis em um videogame de realidade aumentada. Para o elenco de Bacurau, filme que chega hoje aos cinemas brasileiros, todo esse contexto violento e distópico, que conduz a história, não está muito distante de virar realidade. Na verdade, pode já estar acontecendo e sendo noticiado pelos meios de comunicação —nós é que nos acostumamos com ele.

 

Crise do CNPq: como chegamos a esse ponto e o que a ciência do Brasil perde

Marcos Pontes, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Crise do CNPq: como chegamos a esse ponto e o que a ciência do Brasil perde
A pesquisa científica no Brasil pode levar um duro golpe em breve. A razão para tal é que, a partir de outubro, as bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) podem deixar de ser pagas.
O motivo? O dinheiro da entidade para este ano está no fim. A informação foi trazida a público pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, durante uma entrevista ao programa “Em Foco”, do canal de TV por assinatura GloboNews, que foi ao ar nesta quarta-feira (28). E representa o ápice de uma crise que ronda o Conselho —responsável pelo pagamento de 84 mil bolsas— nos últimos meses.

Continuar lendo Crise do CNPq: como chegamos a esse ponto e o que a ciência do Brasil perde

Está de volta o sonho de ser Rainha das Rosas

Está de volta o sonho de ser Rainha das Rosas

Acontecerá entre os dias 11 e 13 de Outubro a 51ª Festa das Rosas e Flores de Barbacena, no Parque de Exposições Senador Bias Fortes. As jovens barbacenenses que desejarem o título de Rainha das Rosas já podem se inscrever, até o dia 06 de setembro, de 14h às 17h na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Barbacena (CDL), na Rua XV de Novembro, 62, sala 103, Centro.

As candidatas deverão ter, no mínimo, 15 anos completos e as menores precisam ser acompanhadas, no ato da inscrição, pelos pais ou representantes legais.  São 12 vagas disponíveis. A patronesse da Rainha das Rosas 2019 é a historiadora Adriana Bellintani.

Fonte: Barbacena Online

Continuar lendo Está de volta o sonho de ser Rainha das Rosas