Humorista expulsa fascistas de show em Minas Gerais

Até "Dilma" foi à Campus Party

Humorista expulsa fascistas de show em Minas Gerais

Humorista Gustavo Mendes, famoso por interpretar a ex-presidenta Dilma Rousseff em seu canal no YouTube, não se intimidou com gritos e provocações e colocou para fora um grupo bolsonaristas que dizia para ele “fazer show na África”. “Levanta aquele meiozinho ali, levanta vocês três. Eu devolvo o dinheiro de vocês, eu quero vocês fora: tchau”, disse

O humorista Gustavo Mendes, famoso por interpretar a ex-presidenta Dilma Rousseff em seu canal no YouTube, não se intimidou com gritos e provocações e colocou para fora um grupo bolsonaristas que o atacava durante show em Teofilo Otoni (MG). O trio, que gritava para Mendes “fazer show na África”, teve seu dinheiro ressarcido.

Leia mais em: https://www.brasil247.com/brasil/humorista-expulsa-fascistas-de-show-em-minas-gerais#.XWp-el2CAgI.twitter

Anúncios

Aluno patrocinado por Olimpíada de Matemática vive a incerteza de perder apoio do governo

Caio Diniz Dupin Galvão, medalhista da OBMEP Foto: Fabio Rossi / Agência O Globo
Caio Diniz Dupin Galvão, medalhista da OBMEP Foto: Fabio Rossi / Agência O Globo

Morador de Magé, Caio Galvão recebe bolsa de R$ 400 desde que ganhou sua primeira medalha na competição, há quatro anos

Caio Diniz Dupin Galvão tem 17 anos e, como a maioria dos brasileiros de sua idade, se prepara para prestar os exames vestibulares no segundo semestre do ano. Ao contrário de boa parte de seus colegas, porém, ele não está preocupado apenas com a chegada das provas. Isso por conta de mudanças nas bolsas da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP). Desde que ganhou sua primeira medalha na competição, há quatro anos, ele recebe um apoio mensal de R$ 400 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que ajuda a custear seus estudos, além de uma série de cursos e materiais didáticos. O problema? Ele pode parar de recebê-la no mês que vem. Continuar lendo Aluno patrocinado por Olimpíada de Matemática vive a incerteza de perder apoio do governo

Governo divulga lista com 51 planos de saúde suspensos devido a reclamações

Resultado de imagem para planos de saude
Governo divulga lista com 51 planos de saúde suspensos devido a reclamações
A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) suspendeu hoje (30) a venda de 51 planos de saúde de dez operadoras por causa de reclamações dos consumidores recebidas no segundo trimestre do ano.
A lista com todos os planos suspensos pode ser vista no site da ANS. A medida valerá a partir da próxima sexta-feira (6)..
Nada muda para quem já é cliente Juntos, os planos suspensos têm cerca de 278,6 mil beneficiários. Para quem já é cliente, nada muda. O objetivo é evitar que as operadoras vendam seus produtos a novos clientes antes de resolver os atuais problemas.

Continuar lendo Governo divulga lista com 51 planos de saúde suspensos devido a reclamações

Em carta, clero católico diz estar sendo criminalizado por defender a Amazônia

Resultado de imagem para clero católico

Em carta, clero católico diz estar sendo criminalizado por defender a Amazônia

Documento reacende mal-estar entre a Igreja e o governo Bolsonaro, que questiona intenção de missões

Bispos, padres e religiosos da Igreja Católica na Amazônia divulgaram uma carta nesta sexta-feira (30) na qual afirmam que lideranças religiosas estão sendo criminalizadas e tratadas como “inimigos da pátria” por defenderem a Amazônia.

Na carta, que foi publicada após um encontro realizado em Belém para o estudo do documento de trabalho do Sínodo para a Amazônia, os religiosos também cobram “medidas urgentes” dos governos no combate aos crimes ambientais e às queimadas.

O documento reacende um mal-estar entre a Igreja Católica e o governo Jair Bolsonaro que surgiu após o Sínodo para a Amazônia ser criticado por integrantes da administração federal —eles questionaram a intenção das missões religiosas no Brasil.

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/08/em-carta-clero-catolico-diz-estar-sendo-criminalizado-por-defender-a-amazonia.shtml

Dono da Havan é notificado pelo Ministério Público por uso da bandeira nacional

O empresário Luciano Hang

Dono da Havan é notificado pelo Ministério Público por uso da bandeira nacional

Luciano Hang diz que prefere ser preso a deixar de usar o símbolo em suas lojas

O empresário Luciano Hang, da Havan, está tendo problemas por usar a imagem da bandeira do Brasil. Há cerca de um mês, ele foi notificado pelo Ministério Público por colocar a flâmula em um cartão de compras que a empresa dá aos clientes.

BANDEIRA

“Expliquei que a distribuição do cartão é gratuita e que fazemos isso como uma forma de patriotismo”, diz Hang. Um dos principais apoiadores de Jair Bolsonaro entre os empresários, ele costuma se vestir com um terno verde e gravata amarela.

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2019/08/dono-da-havan-enfrenta-problemas-por-uso-recorrente-de-bandeira-do-brasil.shtml