Bolsonaro usa gíria sobre tortura para enquadrar servidores públicos

Bolsonaro usa gíria sobre tortura para enquadrar servidores públicos,

“Vão entrar alguns órgãos do governo que eu não tenho ascendência, porque os diretores, o presidente tem mandato. Porque se não tivessem (mandato), eu cortava a cabeça mesmo. Quem quer atrapalhar o progresso, vá atrapalhar na Ponta da Praia, aqui não”, declarou Jair Bolsonaro ao criticar a “demora” no processo de licenciamento ambiental para o empresário Luciano Hang.

Revista Fórum Durante a live presidencial desta quinta-feira (01), o presidente Jair Bolsonaro usou uma gíria adotada por torturadores do regime militar para criticar o licenciamento ambiental. O ex-capitão disse que mandaria para a “ponta da praia” os servidores que “atrapalhassem” o governo.

“Vão entrar alguns órgãos do governo que eu não tenho ascendência, porque os diretores, o presidente tem mandato. Porque se não tivessem (mandato), eu cortava a cabeça mesmo. Quem quer atrapalhar o progresso, vá atrapalhar na Ponta da Praia, aqui não”, declarou Bolsonaro ao criticar a “demora” no processo de licenciamento ambiental para o empresário Luciano Hang, seu aliado.

Leia mais em: https://www.brasil247.com/regionais/brasilia/bolsonaro-usa-giria-sobre-tortura-para-enquadrar-servidores-publicos#.XbyXnNA2lZk.twitter

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s