Witzel diz que “crise na prefeitura não pode ser resolvida pelo governo”

Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel - JORGE HELY/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Witzel diz que “crise na prefeitura não pode ser resolvida pelo governo”

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), afirmou hoje não ter como ajudar a prefeitura da capital fluminense, imersa em uma crise financeira. “Não tenho como emprestar dinheiro. O estado está em recuperação fiscal.
A crise da Prefeitura do Rio não pode ser resolvida pelo governo. Aliás, é bom lembrar que temos outros municípios para ajudar. O governo federal pode ajudar mais”, disse Witzel na manhã de hoje durante café da manhã no qual apresentou um balanço do seu primeiro ano de governo a jornalistas.
Questionado sobre a suspensão de todos os pagamentos e movimentações financeiras da Prefeitura do Rio até segunda ordem, conforme decisão publicada na edição de hoje.

Continuar lendo Witzel diz que “crise na prefeitura não pode ser resolvida pelo governo”

Após suspender 13º, Prefeitura do Rio promete pagar salários sem atraso

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos) - Carl de Souza/AFP
Após suspender 13º, Prefeitura do Rio promete pagar salários sem atraso
Após publicar no Diário Oficial de hoje uma resolução que suspende todos os pagamentos e movimentações financeiras até segunda ordem, a Prefeitura do Rio de Janeiro diz que pagará os salários dos servidores referentes a dezembro até o quinto dia útil de janeiro de 2020, conforme cronograma estabelecido em decreto de julho deste ano. Se respeitada a previsão, os pagamentos de servidores da ativa e aposentados não atrasarão.
Procurada pelo UOL, a Secretaria Municipal de Fazenda informou, por meio de nota, que o pagamento dos salários será realizado nos termos do decreto 46.198/19.

Bruno Henrique brilha, Fla vira sobre o Al-Hilal e vai à final do Mundial.

Bruno Henrique comemora o gol da virada sobre o Al-Hilal na semifinal do Mundial de Clubes - Alexandre Vidal/Flamengo
Bruno Henrique brilha, Fla vira sobre o Al-Hilal e vai à final do Mundial.
O Flamengo está na final do Mundial de Clubes. Assim como na decisão da Libertadores, o time teve que buscar a virada para entrar na história.
Foi com menos drama, é verdade, mas a vitória por 3 a 1 sobre o Al-Hilal não deixou de ter seus momentos de dramas no Estádio Internacional de Khalifa, em Doha. Salem abriu o placar no início do primeiro tempo e deixou os corações dos rubro-negros apertados até a volta do intervalo. É que o segundo tempo foi completamente diferente.
O Flamengo empatou com Arrascaeta e viu Bruno Henrique, eleito o melhor jogador do Brasil no Pesquisão UOL, brilhar com o gol da virada e a jogada do terceiro, marcado contra por Al-Bulayhi. Agora, o Flamen.

Witzel compara Bolsonaro a Chávez e cita Guedes: “Ele me atende”

O presidente Jair Bolsonaro, acompanhado do governador do RJ Wilson Witzel - Pedro Ladeira/	Folhapress

Witzel compara Bolsonaro a Chávez e cita Guedes: “Ele me atende”

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), desdenhou hoje das desavenças públicas com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) menos de um ano após ter sido eleito ao se alinhar ideologicamente com o chefe do Executivo.
Além de se dizer “decepcionado” com a gestão do ex-aliado, Witzel afirmou que a briga entre os dois não afeta o estado, já que ele mantém diálogo constante com o ministro da Fazenda, Paulo Guedes —o que faria do contato direto com Bolsonaro desnecessário.
O governador também comparou Bolsonaro a líderes autoritários, como o presidente da Turquia, Ercep Erdogan, e o ex-presidente venezuelano Hugo Chávez. “Não houve quebra de diálogo entre o governo federal e o Rio.