Eduardo Bolsonaro lamenta ataque a youtuber bolsonarista

Eduardo Bolsonaro lamenta ataque a youtuber bolsonarista

Eduardo Bolsonaro lamenta ataque a youtuber bolsonarista

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) lamentou nas redes sociais o ataque homofóbico contra a youtuber Karol Eller, amiga da família Bolsonaro, no último domingo (15). As informações são do UOL.

Veja também

Professores youtubers atraem milhões
Youtubers indiscretos de plantão no Alvorada
Uma indígena ‘youtuber’ do Xingu na comitiva brasileira

“Lésbica e apoiadora do presidente Bolsonaro, ela já superou muitas situações difíceis, oro pra que logo se recupere. Pela direita, o agressor teria pesada prisão. Será que a esquerda apóia tal medida?”, questionou Eduardo.

Segundo o colunista Leo Dias, do UOL, o ataque aconteceu após a youtuber se mudar para o Rio de Janeiro. Ela estava um quiosque na Barra da Tijuca, junto com a namorada, quando foi abordada por um homem, que de forma violenta questionou: “Como é que você consegue namorar um mulherão desses, hein?”. A provocação virou agressão rapidamente. A youtuber foi atacada por socos e pontapés, e foi socorrida pela namorada quando já estava desacordada.

Leia mais em: https://istoe.com.br/eduardo-bolsonaro-lamenta-ataque-a-youtuber-bolsonarista/

Presidente Bolsonaro sanciona Lei do Médicos pelo Brasil

Presidente Bolsonaro sanciona Lei do Médicos pelo Brasil

Novo programa do Governo do Brasil vai ofertar 18 mil vagas em regiões onde há maior carência de médicos no país para ampliar o acesso do cidadão a cuidados básicos em saúde

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou nesta quarta-feira (18) a lei que cria o Programa Médicos pelo Brasil, que vai ampliar a oferta de médicos em locais de difícil provimento ou de alta vulnerabilidade, além de formar médicos especialistas em Medicina de Família e Comunidade. São 18 mil vagas previstas para todo o país, principalmente em municípios pequenos e distantes dos grandes centros urbanos, ampliando em 7 mil vagas a oferta atual de médicos em regiões onde há os maiores vazios assistenciais do Brasil. Juntas, as regiões Norte e Nordeste terão 55% do total de vagas previstas para contratação de médicos. O primeiro edital para seleção dos profissionais deve ocorrer ainda no primeiro semestre de 2020.

Itens relacionados

O texto aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro também vai permitir o retorno dos médicos cubanos que atuaram no programa Mais Médicos por até dois anos, desde que atendam aos seguintes requisitos: estar no exercício de suas atividades no Programa Mais Médicos no dia 13 de novembro de 2018, quando o acordo de cooperação foi reincidido pelo governo cubano; e ter permanecido no Brasil até a data da publicação da Medida Provisória nº 890, que cria o Médicos pelo Brasil, na condição de naturalizado, residente ou com pedido de refúgio.

O programa Médicos pelo Brasil, que substituirá gradativamente o Mais Médicos, prioriza levar atendimento médico a regiões mais carentes do país e ainda prevê formação qualificada de profissionais de saúde e critérios claros de seleção e contratação de médicos, que devem ter registro no Conselho Federal de Medicina do país (CRM).

A Atenção Primária à Saúde (APS), onde os 18 mil médicos do Programa Médicos pelo Brasil vão atuar, é a base do SUS, onde as doenças mais frequentes são acompanhadas, como diabetes, hipertensão e tuberculose.

Leia mais em: http://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46160-presidente-bolsonaro-sanciona-lei-do-medicos-pelo-brasil

Queiroz recebeu R$ 2 milhões em 483 depósitos de assessores ligados a Flávio Bolsonaro

MP do RJ faz busca e apreensão em endereços ligados a Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz

Queiroz recebeu R$ 2 milhões em 483 depósitos de assessores ligados a Flávio Bolsonaro, diz MP

Para o Ministério Público, o ex-assessor parlamentar era o operador financeiro de um esquema de ‘rachadinha’ no gabinete de Flávio na Alerj. A defesa nega.

O ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz recebeu mais de R$ 2 milhões em 483 depósitos feitos por 13 assessores ligados ao hoje senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), na época deputado estadual, segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro. A defesa nega as acusações.

As informações, obtidas por meio da quebra de sigilo bancário, constam na decisão do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do Rio, que deu origem a uma operação deflagrada nesta quarta-feira (18). O MP cumpriu 24 mandados de busca e apreensão na investigação sobre um esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do RJ (Alerj).

São investigados Queiroz e outros ex-assessores de Flávio Bolsonaro e parentes de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, que foram empregados no gabinete de Flávio.

Dos R$ 2.062.360,52, segundo o MP, 69% foram depositados como dinheiro em espécie.

Ainda de acordo com os investigadores, quase R$ 3 milhões foram sacados da conta de Queiroz e que a “quantidade predominante de operações em ‘dinheiro vivo’ não ocorreu por mera coincidência, mas sim com a finalidade de ocultar a origem e o destino do dinheiro”. Segundo o MP, ainda não foi identificado de onde saíram mais de R$ 900 mil em depósitos.

Leia mais em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/12/18/queiroz-recebeu-r-2-milhoes-em-483-depositos-de-assessores-ligados-a-flavio-bolsonaro-diz-mp.ghtml

Continuar lendo Queiroz recebeu R$ 2 milhões em 483 depósitos de assessores ligados a Flávio Bolsonaro

Pimenta: silêncio de Moro e Dallagnol sobre esquema do clã Bolsonaro é “vergonhoso”

Pimenta: silêncio de Moro e Dallagnol sobre esquema do clã Bolsonaro é “vergonhoso”

O deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, cobrou do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e do procurador Deltan Dallagnol manifestações sobre a operação do Ministério Público nesta quarta-feira, 18, contra o senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e outros ex-assessores de seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

“Atenção @SF_Moro @deltanmd estou esperando manifestação sobre o esquema dos Metralhas Milicianos do clã @FlavioBolsonaro e Fabrico Queiroz !! Silêncio constrangedor é vergonhoso por parte de vocês!!”, escreveu Pimenta pelo Twitter.

Leia mais em: https://www.brasil247.com/regionais/brasilia/pimenta-silencio-de-moro-e-dallagnol-sobre-esquema-do-cla-bolsonaro-e-vergonhoso#.XfrFTi71dQs.twitter

Datena: ficar velho é uma grande merda, você fica mal, começa a broxar

Resultado de imagem para Datena: ficar velho é uma grande merda, você fica mal, começa a broxar
José Luiz Datena está cansado de apresentar programas policiais. Diz que é impossível ser feliz assim. Também diz que não precisa de muito mais tempo de vida:
“Ficar velho é uma grande merda. Dá tudo errado. Você fica mal, tem problema de saúde pra cacete, começa a broxar, dar problema pra família.
Não vejo graça nenhuma. Acho legal para os outros que chegam aos cem anos, mas meu projeto de vida não é viver tanto assim”. Só que por trás dessa casca, criada por duas décadas de contato direto e diário com notícias sobre violência, há um Datena que ainda sorri.
O jornalista de 62 anos tenta esconder e até jura que não assiste mais aos jogos do Corinthians, seu time do coração.