Ação publicitária da Secom privilegiou clientes de Wajngarten e TVs religiosas

Bolsonaro ao lado de Edir Macedo, dono da Record (à esq.), e Silvio Santos, do SBT, durante desfile do Sete de Setembro em Brasília

Ação publicitária da Secom privilegiou clientes de Wajngarten e TVs religiosas

Órgão excluiu de campanha da Previdência a líder de audiência Globo, beneficiando canais alinhados ao governo Bolsonaro

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/01/acao-publicitaria-da-secom-privilegiou-clientes-de-wajngarten-e-tvs-religiosas.shtmlhttps://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/01/acao-publicitaria-da-secom-privilegiou-clientes-de-wajngarten-e-tvs-religiosas.shtml

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s