Após recuo no tom, Bolsonaro volta ao ataque contra governadores e Mandetta

Presidente Jair Bolsonaro ao laddo do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante entrevista coletiva em Brasília - UESLEI MARCELINO

Após recuo no tom, Bolsonaro volta ao ataque contra governadores e Mandetta

Num momento em que o Brasil bate, dia após dia, recordes nos números de contaminados e mortos pela covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a trocar farpas públicas com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.
Em entrevista à rádio Jovem Pan na noite de ontem, criticou o que chama de “falta de humildade” de seu auxiliar, mas negou os boatos que circulam desde a semana passada sobre a possível saída dele da pasta. “Não pretendo demiti-lo no meio da guerra, mas em algum momento ele extrapolou. (…) Em alguns momentos, acho que o Mandetta teria que ouvir mais o presidente. O Mandetta quer fazer valer muito a vontade dele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s