Coronavírus: Brasil tem 189 mortes confirmadas em 24 h; total chega a 4.205

Militares realizaram ação de desinfecção contra coronavírus na Central do Brasil  - MARCELO FONSECA/ESTADÃO CONTEÚDO

Coronavírus: Brasil tem 189 mortes confirmadas em 24 h; total chega a 4.205

O Ministério da Saúde anunciou hoje que subiu para 4.205 o número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil — aumento de 189 óbitos em 24 horas. Até ontem, eram 4.016 mortes registradas. No total, são 61.888 casos oficiais no país, segundo os dados mais recentes do ministério, com 3.379 novos casos. Segundo a pasta, ao menos 27.531 pacientes estão em acompanhamento e mais de 30.152 já se recuperaram. 1.322 óbitos seguem em investigação Relacionadas.
Leia Também:

Amigos próximos: Alexandre Ramagem passou réveillon com Carlos Bolsonaro

Carlos.jpg

Amigos próximos: Alexandre Ramagem passou réveillon com Carlos Bolsonaro,

Cotado para assumir PF, Alexandre Ramagem passou réveillon com Carlos Bolsonaro

Investigação sobre o filho teria sido um dos motivos pelos quais Jair Bolsonaro decidiu trocar o comando da Polícia Federal

O atual diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e principal nome cotado para assumir a direção geral da Polícia Federal, Alexandre Ramagem passou o Réveillon de 2019 na companhia de Carlos Bolsonaro, em Brasília.

O filho do presidente é apontado como peça fundamental de uma investigação que apura a disseminação de fake news e ataques contra autoridades. Apesar de ser conduzido pelo Supremo Tribunal Federal, o inquérito conta com a atuação de agentes da Polícia Federal.

Continuar lendo Amigos próximos: Alexandre Ramagem passou réveillon com Carlos Bolsonaro

Jorge Oliveira irá ocupar o lugar de Moro como Ministro da Justiça

Sob pressão, Bolsonaro adia escolha do novo ministro da Justiça ...

Jorge Oliveira irá ocupar o lugar de Moro como Ministro da Justiça,

Bolsonaro deve indicar Jorge Oliveira para o Ministério da Justiça

Martelo não está batido mas possibilidade está próxima de 90%, de acordo com interlocutores do presidente

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2020/04/bolsonaro-deve-indicar-jorge-oliveira-para-o-ministerio-da-justica.shtml

Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência, deve ser anunciado como novo ministro da Justiça

O ministro Jorge Oliveira, atualmente na Secretaria-Geral da Presidência, deve ser o novo ministro da Justiça — Foto: Reprodução/GloboNews

Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência, deve ser anunciado como novo ministro da Justiça

Para direção da PF, governo decidiu pelo nome de Alexandre Ramagem, diretor da Abin. Oliveira e Ramagem são próximos aos Bolsonaro e já trabalharam para integrantes da família.

O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar Jorge Oliveira, atualmente ministro da Secretaria-Geral da Presidência, como o novo ministro da Justiça e Segurança Pública, no lugar de Sergio Moro, que deixou o cargo na última sexta-feira (24).

Fontes do Planalto confirmaram que, depois de muito resistir, Jorge acabou aceitando o cargo na Justiça. Ele era o nome que a família Bolsonaro queria na pasta. Neste sábado (25), ele se reuniu com o presidente na residência oficial do Palácio da Alvorada.

O governo também já se decidiu sobre o novo diretor-geral da Polícia Federal. Vai ser Alexandre Ramagem, atual diretor da Agência Nacional de Inteligência (Abin). A vaga no comando da PF foi aberta depois de que Bolsonaro exonerou o delegado Maurício Valeixo. A saída de Valeixo foi um dos motivos que levaram Moro a deixar o governo, alegando tentativa de interferência política do presidente na PF.

Demissão de Moro: Não se pode ‘subestimar Bolsonaro’, diz brasilianista

"Bolsonarismo ainda é força orgânica no Brasil", diz Anthony Pereira - Divulgação

Demissão de Moro: Não se pode ‘subestimar Bolsonaro’, diz brasilianista

Apesar de o impacto negativo que a demissão de Sergio Moro representa para o governo, “não se pode subestimar Bolsonaro”, diz à BBC News Brasil o brasilianista Anthony Pereira, diretor do Brazil Institute da Universidade King’s College, no Reino Unido. Pereira reconhece, no entanto, que o presidente sai enfraquecido da disputa com o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e sua sobrevivência política vai depender de como seu eleitorado vai reagir.

Continuar lendo Demissão de Moro: Não se pode ‘subestimar Bolsonaro’, diz brasilianista

Viúva de Gugu perde processo contra apresentadores Chris Flores e Leão Lobo

Viúva de Gugu perde processo contra apresentadores Chris Flores e Leão Lobo

Para a juíza, os apresentadores se mantiveram nos limites do exercício do jornalismo e apenas manifestaram suas opiniões sobre um fato que é de conhecimento público

Rose Miriam, viúva do apresentador Gugu Liberato, enfrentou uma disputa judicial contra os apresentadores do “Fofocalizando”, no SBT,  Chris Flores, Leão Lobo e Décio Piccinini, alegando que foi vítima de calúnia, injúria e difamação na veiculação de três reportagens do programa do SBT, porém acabou perdendo o processo na Justiça. Continuar lendo Viúva de Gugu perde processo contra apresentadores Chris Flores e Leão Lobo

Caso Moro-Bolsonaro no STF dá tempo para centrão negociar cargos na crise

Caso Moro-Bolsonaro no STF dá tempo para centrão negociar cargos na crise,

Políticos creem que corte discutirá um impeachment em miniatura enquanto barganham espaço

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/04/caso-moro-bolsonaro-no-stf-da-tempo-para-centrao-negociar-cargos-na-crise.shtml