Pastor Valdemiro Santiago vende semente a R$ 1 mil prometendo curar a COVID-19

Pastor Valdemiro Santiago vende semente a R$ 1 mil prometendo curar a COVID-19

Líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, o pastor Valdemiro Santiago gravou um vídeo em que vende sementes com a promessa de curar a COVID-19. Na gravação viralizada nesta quinta-feira (7), o pastor fala do suposto benefício de uma planta e pede o “propósito de R$ 1 mil” por ela. Durante o vídeo, Santiago mostra um suposto exame que comprovaria que uma pessoa teria se curado da doença após utilizar a semente. O pastor não especifica o nome da planta, mas afirma que após plantada os dizeres “sê tu uma bênção” aparecem na planta.

Santiago rebate ainda possíveis críticas ao produto. “Mas isso é enganar? Não, você que está enganado”, diz ele, antes de anunciar o preço das sementes. “Vou fazer o propósito de R$ 1 mil para cada um. E muitos que estão me assistindo também vão fazer de R$ 1 mil. Outros vão fazer de R$ 500. De acordo com sua semeadeira”, afirma. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, ainda não há nenhuma cura ou vacina que proteja ou possa ser utilizada como remédio específico para a COVID-19. Informações da Revista Istoé.

Leia mais em: https://www.blogdoanderson.com/2020/05/07/lider-evangelico-pastor-valdemiro-santiago-vende-semente-a-r-1-mil-prometendo-curar-a-covid-19/

Primeiro dia de ‘lockdown’ no Pará tem feira do Ver-o-Peso lotada em Belém

Imagem de câmeras de segurança do Estado mostram feira do Ver-o-Peso lotada na manhã desta quinta-feira (7). — Foto: Reprodução TV Liberal

Primeiro dia de ‘lockdown’ no Pará tem feira do Ver-o-Peso lotada em Belém

No início da manhã desta quinta-feira (7), muitos carros e pessoas ainda circulavam nas ruas. Governo faz ação integrada de fiscalização e orientação.

No primeiro dia de “lockdown” no Pará, muitos carros e pessoas ainda circulavam início da manhã nas ruas de Belém. Um dos locais que teve grande movimentação foi a feira do Ver-o-Peso, que ficou lotada logo cedo. A medida restritiva se estende por dez dias e tem o objetivo de aumentar os índices de isolamento social e diminuir o número de casos de Covid-19 no estado.

A determinação deve manter somente serviços essenciais e limitar circulação de pessoas nos sete municípios da região metropolitana e outros três no interior. Até sábado (9), a Secretaria de Segurança Pública coordena uma ação integrada fiscalização e orientação da população quanto ao decreto.

Leia mais em: https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2020/05/07/primeiro-dia-de-lockdown-tem-fiscalizacao-e-orientacao-no-para.ghtml

Continuar lendo Primeiro dia de ‘lockdown’ no Pará tem feira do Ver-o-Peso lotada em Belém

Atriz e radialista Daisy Lúcidi morre de Covid-19 no Rio

Daisy Lúcidi  — Foto: Márcio de Souza/TV Globo

Atriz e radialista Daisy Lúcidi morre de Covid-19 no Rio

Artista tinha 90 anos e estava internada em um hospital da rede particular desde o dia 25 de abril. Além de interpretar diversos papéis em novelas, comandou um programa de rádio por mais de 46 anos e foi eleita vereadora e deputada estadual.

A atriz e radialista Daisy Lúcidi, de 90 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (7). Ela estava internada com Covid-19 no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital São Lucas, em Copacabana, Zona Sul do Rio, desde o dia 25 de abril.

Leia mais em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/05/07/atriz-daisy-lucidi-morre-no-rio.ghtml

Termo em inglês: Entenda o que é ‘lockdown’

SÃO LUÍS (MA) - Policiais militares fiscalizam veículos no primeiro dia do 'lockdown'. — Foto: Rafaelle Fróes/G1 MA

Termo em inglês: Entenda o que é ‘lockdown’

Termo em inglês vem sendo usado para descrever medida de fechamento de regiões na pandemia de Covid-19 para obrigar ao isolamento social. Veja como tem funcionado em diferentes países e localidades brasileiras para conter o coronavírus.

“Lockdown” é uma expressão em inglês que, na tradução literal, significa confinamento ou fechamento total. Ela vem sendo usada frequentemente desde o agravamento da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Embora não tenha uma definição única, o “lockdown” é, na prática, a medida mais radical imposta por governos para que haja distanciamento social – uma espécie de bloqueio total em que as pessoas devem, de modo geral, ficar em casa.

Leia mais em: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/05/06/entenda-o-que-e-lockdown.ghtml

Uso obrigatório de máscara começa a valer em SP nesta quinta

Movimentação intensa de pedestres, alguns usando máscaras de proteção, na Avenida Paulista, região Central de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (27) — Foto: Fábio Vieira/Estadão Conteúdo

Uso obrigatório de máscara começa a valer em SP nesta quinta

Regra vale para espaços públicos, inclusive transporte por aplicativo.

O decreto publicado pelo governo de São Paulo que torna obrigatório o uso geral e obrigatório de máscaras entrou em vigor a partir desta quinta-feira (7). A regra vale para espaços públicos, inclusive transporte por aplicativo, nas 645 cidades paulistas por tempo indeterminado para o combate à pandemia do coronavírus.

A decisão foi oficializada nesta terça-feira (5), dia em que a Secretaria Estadual da Saúde divulgou que, apesar da região metropolitana de São Paulo concentrar o maior número de casos no estado, o contágio da doença cresce a um ritmo quatro vezes maior no litoral e no interior.

Leia mais em: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/05/07/uso-obrigatorio-de-mascara-comeca-a-valer-em-sp-nesta-quinta.ghtml

Secretários pressionam e ouvem de Teich promessas que contrariam Bolsonaro

Ministro da Saúde, Nelson Teich - Ueslei Marcelino

Secretários pressionam e ouvem de Teich promessas que contrariam Bolsonaro

Demorou 18 dias desde a posse para que o ministro da Saúde, Nelson Teich, reunisse todos os 27 secretários estaduais do setor para tratar da pandemia de covid-19. Em reunião na terça-feira (5) por videoconferência, os secretários colocaram o ministro contra a parede: reclamaram da demora na tomada de decisões e arrancaram de Teich compromissos que contrariam o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).
Desde 17 de abril, quando o novo ministro tomou posse, os secretários reclamavam da falta de interlocução com o governo. Quando Luiz Henrique Mandetta (DEM) esteve à frente do ministério, eles afirmam, as conversas eram diárias. Com o substituto, o primeiro contato só aconteceu

Continuar lendo Secretários pressionam e ouvem de Teich promessas que contrariam Bolsonaro

Caso Gugu: Chefe de cozinha pede reconhecimento de união com Gugu

Thiago Salvático e Gugu Liberato em viagem a Paris, em 2014
Caso Gugu: Chefe de cozinha pede reconhecimento de união com Gugu
Namorado de Gugu entra na Justiça com pedido de reconhecimento de união estável.

Namorado de Gugu entra na Justiça com pedido de reconhecimento de união estável

Thiago Salvático e Gugu Liberato em viagem a Paris, em 2014
Thiago Salvático e Gugu Liberato em viagem a Paris; chef de cozinha quer provar existência de união estável

Namorado de Gugu entra na Justiça com pedido de reconhecimento de união estável

O chef de cozinha Thiago Salvático acionou seus advogados e entrou na Justiça com um processo de reconhecimento de união estável homoafetiva com Gugu Liberato (1959-2019) e a partilha de bens cumulados durante o período em que estiveram juntos. Na ação, protocolada na 9ª Vara de Família e Sucessões do Foro Central da Comarca de São Paulo, ele diz ter se relacionado com o apresentador por mais de sete anos, e que por três anos levavam uma vida conjugal.

O Notícias da TV teve acesso ao processo, de mais de 100 páginas, protocolado em 9 de abril. Nelas, os advogados detalharam como foi o relacionamento com Gugu, desde o dia em que se conheceram, em novembro de 2011, até a morte. Salvático, que mora na Alemanha, esteve no velório do apresentador, realizado em 29 de novembro, em São Paulo.

Continuar lendo Namorado de Gugu entra na Justiça com pedido de reconhecimento de união estável

Bolsonaro recorre para não entregar vídeo de reunião citada por Moro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em reunião com o então ministro da Justiça, Sergio Moro - Marcos Corrêa/PR

Bolsonaro recorre para não entregar vídeo de reunião citada por Moro

AGU pede que STF reconsidere entrega de vídeo de reunião citada por Moro.
O governo federal, por meio da AGU (Advocacia-Geral da União), pediu hoje ao ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), a reconsideração da ordem de entrega do vídeo de uma reunião citada pelo ex-ministro Sergio Moro (Justiça) em depoimento prestado à Polícia Federal no último sábado (2) em Curitiba. O pedido assinado pelo advogado-geral José Levi diz que na reunião ocorrida no dia 22 de abril “foram tratados assuntos potencialmente sensíveis e reservados de Estado, inclusive de Relações Exteriores, entre outros”.