SP prevê epidemia até outubro e evita cloroquina: ‘não é remédio mágico’

Fila de veículos na entrada de Santos durante feriados antecipados na semana passada na capital - Divulgação/Prefeitura de Santos

SP prevê epidemia até outubro e evita cloroquina: ‘não é remédio mágico’

O estado de São Paulo faz previsões pessimistas para o fim da pandemia do coronavírus caso os índices de isolamento social não aumentem. O governo paulista prevê que haverá casos de contaminação até outubro. Apesar de ser o epicentro da epidemia no país, o estado não pretende fazer mudanças quanto às recomendações de uso da cloroquina. “As projeções com os níveis atuais de isolamento social, que já foram melhores e hoje estão na média abaixo de 50%, você prevê uma duração maior da epidemia”, disse hoje Dimas Tadeu Covas, chefe do Centro de Contingência da covid-19 no estado, em entrevista à Globonews.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s