Lula é favorito a candidato em 2022 se o STF reparar injustiça, diz Haddad

Lula e Fernando Haddad

Lula é favorito a candidato em 2022 se o STF reparar injustiça, diz Haddad

“Se o Supremo chegar à conclusão de que houve uma injustiça e promover uma reparação que para mim é devida, eu penso que ele se torna o candidato favorito em 2022”, disse Haddad em entrevista ao UOL

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad defendeu nesta quarta-feira, 10, a possibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser candidato nas eleições de 2022.

Em entrevista ao UOL, o candidato a presidente pelo PT nas eleições de 2018 disse que esperar que até o fim deste ano o Supremo Tribunal Federal julgue o pedido de suspeição do ex-juiz Sérgio Moro e anule a sentença contra Lula no caso do triplex do Guarujá, restabelecendo os direitos políticos do ex-presidente.

Continuar lendo Lula é favorito a candidato em 2022 se o STF reparar injustiça, diz Haddad

Após reabertura de comércio, lojas de rua no Centro e na Zona Sul de SP registram filas na porta

Movimentação na região central de São Paulo (SP), nesta quarta-feira (10), no primeiro dia de reabertura do comércio de rua  — Foto: Rodrigo Rodrigues/G1

Após reabertura de comércio, lojas de rua no Centro e na Zona Sul de SP registram filas na porta

Além de cuidados com saúde, como distanciamento social e uso de álcool gel, lojas têm limite de horário de funcionamento de quatro horas; reabertura acontece um dia após o estado de SP registrar recorde do número de mortos por Covid-19.

As lojas do comércio de rua no Centro e na Zona Sul de São Paulo registraram filas na porta na primeira hora de funcionamento da manhã desta quarta-feira (10).

A reabertura acontece após mais de dois meses de medidas de isolamento social restritivas para conter o avanço do coronavírus.

Além de cuidados com saúde, como distanciamento social e uso de álcool gel, as lojas vão ter um limite de horário de funcionamento de quatro horas.

Leia mais em: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/06/10/apos-reabertura-lojas-de-rua-na-cidade-de-sp-registram-filas-na-porta.ghtml

Movimentação na região central de São Paulo (SP), nesta quarta-feira (10), no primeiro dia de reabertura do comércio de rua — Foto: Rodrigo Rodrigues/G1

Movimentação na região central de São Paulo (SP), nesta quarta-feira (10), no primeiro dia de reabertura do comércio de rua  — Foto: Rodrigo Rodrigues/G1

Movimentação na região central de São Paulo (SP), nesta quarta-feira (10), no primeiro dia de reabertura do comércio de rua — Foto: Rodrigo Rodrigues/G1

Movimentação na Rua 25 de Março, no Centro de SP, após reabertura das lojas — Foto: Reprodução/TV Globo

Movimentação na Rua 25 de Março, no Centro de SP, após reabertura das lojas — Foto: Reprodução/TV Globo

Lojas no Brás medem temperatura dos clientes  — Foto: MINETO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Lojas no Brás medem temperatura dos clientes — Foto: MINETO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A Prefeitura autorizou a reabertura das lojas de rua e das imobiliárias da capital paulista após assinatura do acordo com os setores de comércio e imobiliário. A reabertura acontece um dia após o estado de São Paulo registrar recorde do número de mortos por Covid-19, com 334 mortes em 24 horas. O total de óbitos é 9.522 e o número de contaminados chega a 150 mil.

A capital paulista está na fase laranja do plano gradual de flexibilização da quarentena estipulado pelo governo de São Paulo. Nesta etapa, cinco setores são autorizados a reabrir com restrições. O município já havia liberado concessionárias de veículos e escritórios.

Para dar conta da demanda de movimentação de passageiros na cidade neste primeiro dia de reabertura do comércio, a SPTrans prometeu colocar nas ruas 92% da frota de ônibus da cidade em operação, com 11.800 coletivos circulando pela capital.

Continuar lendo Após reabertura de comércio, lojas de rua no Centro e na Zona Sul de SP registram filas na porta

Sem trabalho, ex-Pânico vende bolsas de grife para sobreviver na quarentena

Evandro Santo em vídeo de divulgação na TV WA

Sem trabalho, ex-Pânico vende bolsas de grife para sobreviver na quarentena

Evandro Santo, ex-integrante do Pânico na TV (2003-2012), foi afetado pela quarentena. Com o avanço da pandemia, o humorista viu sua agenda de shows ser cancelada rapidamente e teve de se virar para faturar. “Vendi bolsas Loui..

Cidade Alerta: Apresentador Luiz Bacci passa vexame ao vivo

Luiz Bacci, apresentador do "Cidade Alerta",  Amanda, filha do homem assassinado, e a repórter Luiza Zanchetta - Reprodução

Cidade Alerta: Apresentador Luiz Bacci passa vexame ao vivo

A cobertura de um assassinato nesta terça-feira (09) expôs mais uma vez os péssimos métodos do “Cidade Alerta”. Graças à indignação da filha da vítima, a repórter que acompanhou o caso e o apresentador do programa foram protagonistas, ao vivo, de um vexame de grandes proporções.
O crime foi apresentado inicialmente como: “Urgente: Agiota é encontrado morto. Há relatos de briga com a amante”. Diante da casa da vítima, a repórter Luiza Zanchetta entrou ao vivo, entrevistando a filha do homem assassinado. A moça imediatamente protestou contra a qualificação do homem como “agiota” e deu uma primeira lição: “Eu perdi meu pai hoje e não estou vendo um pingo de respeito aqui. Vocês

Continuar lendo Cidade Alerta: Apresentador Luiz Bacci passa vexame ao vivo

Clientes fazem fila à espera da reabertura de lojas na rua 25 de Março, no centro de SP

Clientes fazem fila à espera da reabertura de lojas na rua 25 de Março, no centro de SP

Lojas, que estavam fechadas desde março, reabriram suas portas no fim da manhã desta quarta na capital paulista

Leia mais em: https://agora.folha.uol.com.br/sao-paulo/2020/06/clientes-fazem-a-espera-da-reabertura-de-lojas-na-rua-25-de-marco-no-centro-de-sp.shtml

Exame de Ordem: Presidente da OAB pode dar inscrição a Moro, mas ele fez o exame de ordem?

Sérgio Lima/Poder 360

Exame de Ordem: Presidente da OAB pode dar inscrição a Moro, mas ele fez o exame de ordem?

Felipe Santa Cruz, que já sofreu acusações de Moro, diz que a ordem não tem lista negra e que o direito deve ser igual para todos

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2020/06/presidente-da-oab-defende-inscricao-de-moro-na-entidade.shtml

OMS vai sugerir que países também sejam examinados, após questionada pelo Brasil

DENIS BALIBOUSE

OMS vai sugerir que países também sejam examinados, após questionada pelo Brasil

Pressionada pelos governos dos EUA e do Brasil, a OMS vai sugerir que a investigação sobre como foi a resposta à pandemia também envolva uma avaliação sobre como cada governo reagiu diante do surto e dos alertas emitidos pela agência de Saúde. Nesta terça-feira, em uma reunião ministerial, o chanceler brasileiro Ernesto Araújo criticou a OMS e indicou que o Brasil iria defender uma investigação sobre a entidade. Horas depois, foi a vez do presidente Jair Bolsonaro voltar a ameaçar retirar o país da instituição diante do que ele chamou de um comportamento de um “partido político”.

Operação da PF: Helder Barbalho é alvo que apura compra de respiradores

19.mar.2020 - O governador do Pará, Helder Barbalho - Bruno Cruz/Futura Press/Estadão Conteúdo

Operação da PF: Helder Barbalho é alvo que apura compra de respiradores

A PF (Polícia Federal) e o MPF (Ministério Público Federal) cumprem hoje mandados de busca e apreensão contra o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), e outras 14 pessoas numa operação que apura supostos desvios de recursos e fraudes em processos de licitação para compra de ventiladores pulmonares destinados ao combate à covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, no estado. Segundo o MPF, o inquérito, que corre sob sigilo, investiga a contratação sem licitação de uma empresa que não tem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para fornecimento de 400 respiradores vindo da China. O custo total do negócio foi de R$ 50,5 milhões, e metade disso foi pa… –