Empresa que MPF diz ter subornado Serra foi investigada no caso Pasadena

Jorge Araújo/Folhapress

Empresa que MPF diz ter subornado Serra foi investigada no caso Pasadena

Uma empresa que hoje o Ministério Público afirma que irrigou uma conta de propinas do senador José Serra (PSDB-SP) já apareceu em extratos obtidos pela Operação Lava Jato na investigação de subornos motivados pela venda da refinaria de Pasadena, da Petrobras. A Hexagon Technical era uma das empresas de José Amaro Pinto Ramos e, de acordo com denúncia da Procuradoria da República de São Paulo divulgada nesta sexta-feira (3), uma conta atribuída a essa firma repassava propinas da Odebrecht para o político tucano. Por meio dessa empresa, o ex-governador e sua filha, Verônica, teriam obtido 936 mil euros entre março de 2006 e fevereiro de 2007.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s