Ary Fontora gay: Maria Zilda revela que Ary Fontoura é homossexual

Ary Fontora gay: Maria Zilda revela que Ary Fontoura é homossexual,

Maria Zilda revela que Ary Fontoura é gay, um assunto que ganhou as páginas dos jornais e sites de notícias, ao revelar que Ary Fontora é Homossexual. O tema viralizou nas redes sociais.

Atriz detalhou ocasião em live nas redes sociais

Em uma das suas lives semanais, a atriz Maria Zilda contou como foi descobrir que Ary Fontoura é homossexual. Após confirmar, quase sem querer, a orientação sexual do ator de 87 anos, Maria Zilda explicou que ouviu a afirmação do próprio colega de profissão, enquanto trabalhavam na novela “Gina”, em 1997, na TV Globo.

Em conversa com a também atriz Elizângela, Maria Zilda detalhou como a revelação aconteceu: “A primeira novela que eu fiz com Ary foi em 1977, e eu era ‘partner’ dele. Ele era o cineasta, e eu a ajudante. Já contei isso várias vezes aqui. O fato é que um dia a gente foi para a sala de atores, para passar o texto, aí ele olhou para mim e disse: ‘Eu sou viado’. Com o texto na mão, eu disse: ‘Que?’”.

Leia também

PF cumpre mandado contra deputado Paulinho da Força em fase da Lava Jato que investiga crime eleitoral

PF cumpre mandado contra deputado Paulinho da Força em fase da Lava Jato que investiga crime eleitoral

São cumpridos sete mandados de busca e apreensão em São Paulo (SP) e Brasília (DF). Parlamentar disse em nota que contas investigadas foram aprovadas pela Justiça Eleitoral.

A Polícia Federal começou a cumprir na manhã desta terça-feira (14) mandados de busca e apreensão contra o deputado federal Paulinho da Força (SP), presidente do Solidariedade, em uma fase da Operação Lava Jato que investiga crimes eleitorais.

Na operação, que foi chamada Dark Side, os agentes fizeram buscas no gabinete e no apartamento funcional do parlamentar em Brasília e na sede da Força Sindical, à qual ele é ligado, em São Paulo. Ao todo, são sete mandados de busca e apreensão nas duas cidades.

Também foi determinado o bloqueio judicial de contas bancárias e de imóveis dos investigados, em decisão que partiu da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo.

De acordo com as investigações, foi constatada a existência de indícios do recebimento de doações eleitorais não contabilizadas durante as campanhas eleitorais dos anos de 2010 e 2012, no valor total de R$1,7 milhão.

Segundo o Ministério Público Eleitoral, os pagamentos ocorreram através da simulação da prestação de serviços advocatícios e também com o pagamento de valores em espécie através de doleiros contratados. O escritório de advocacia supostamente envolvido na simulação da prestação de serviços tinha como um dos seus sócios o genro de Paulinho da Força.

Os investigados poderão responder pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro, com penas previstas de 3 a 10 anos de prisão.

Continuar lendo PF cumpre mandado contra deputado Paulinho da Força em fase da Lava Jato que investiga crime eleitoral

‘Prévia’ do PIB do BC indica alta de 1,31% na economia em maio, a maior desde junho de 2018

Foto: (Paulo Whitaker/Reuters)

‘Prévia’ do PIB do BC indica alta de 1,31%na economia em maio, a maior desde junho de 2018,

Resultado foi registrado após forte tombo em abril. Na parcial do ano e em 12 meses até maio, o indicador do nível de atividade registra resultado negativo. Continuar lendo ‘Prévia’ do PIB do BC indica alta de 1,31% na economia em maio, a maior desde junho de 2018

Empresária é morta por namorado policial; “Ele passava segurança”, diz irmã

A empresária Ana Kátia Silva - Arquivo pessoal

Empresária é morta por namorado policial; “Ele passava segurança”, diz irmã

Empreendedora do ramo de eventos, a empresária Ana Kátia Silva, 46, virou referência em Macapá. De um pequeno negócio, com capacidade para atender apenas 50 pessoas, ela expandiu seu empreendimento para festas com até 4.000 convidados. A trajetória de sucesso, contudo, foi tragicamente interrompida no dia 8 de julho, quando Kátia foi morta com um tiro no peito, disparado pelo namorado, o policial civil Leandro Freitas, de 29 anos, segundo testemunhas. O inquérito da Delegacia de Crimes Contra a Mulher trata o caso como feminicídio. A defesa alega que o tiro foi acidental.

Continuar lendo Empresária é morta por namorado policial; “Ele passava segurança”, diz irmã

Em decreto, Bolsonaro permite redução de jornada e salários por mais 30 dias

Reprodução/YouTube

Em decreto, Bolsonaro permite redução de jornada e salários por mais 30 dias

Empresas e empregados ficam autorizados a fazer novas negociações para ampliar o corte de jornada e suspensão de contrato

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/07/em-decreto-bolsonaro-permite-reducao-de-jornada-e-salarios-por-mais-30-dias.shtml

Gilmar diz que não atingiu honra do Exército e volta a criticar militares na Saúde

Fellipe Sampaio /SCO/STF

Gilmar diz que não atingiu honra do Exército e volta a criticar militares na Saúde

Magistrado divulga nota para contextualizar fala de que Exército se associa a um genocídio na epidemia da Covid-19

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2020/07/gilmar-diz-que-nao-atingiu-honra-do-exercito-e-volta-a-criticar-militares-na-saude.shtml