Arquivo da tag: afirmou

Na contramão no Direito de ir e vir: Dória não estará inventando a roda se decretar o confinamento?

O governador João Dória: ameaça de multa e prisão para quem sair de casa - Pier Marco Tacca/Getty Images

Na contramão no Direito de ir e vir: Dória não estará inventando a roda se decretar o confinamento?

Cada país tem sua Constituição e a nossa ampara o Direito de liberdade de ir e vir…

Caso a adesão ao isolamento social continue insuficiente em São Paulo, o governador João Dória disse que irá impor medidas mais duras para prevenir a disseminação do coronavírus no estado. Essas medidas, afirmou, podem incluir “multas e até voz de prisão”. Em outras palavras, o governador estuda decretar o confinamento dos paulistanos. O confinamento, ou “lockdown”, em inglês, é diferente da recomendação de isolamento social feita até agora pelo Ministério da Saúde. Imposto por decreto, o “lockdown” vira determinação legal. Quem desobedecer a ele ficará sujeito às punições da lei — pode ser multado ou mesmo preso.

Viúva de Gugu abre arquivo para provar União estável

Resultado de imagem para Viúva de Gugu abre arquivo para provar União estável

Viúva de Gugu abre arquivo para provar União estável

A viúva do apresentador Gugu Liberato, Rose Di Matteo, disponibilizou para seu advogado uma caixa de fotos, vídeos, cartas e bilhetes, para provar que mantinha uma união estável com o apresentador, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. As imagens serão digitalizadas e apresentadas à Justiça. Continuar lendo Viúva de Gugu abre arquivo para provar União estável

Governo quer arrecadar até R$ 4 bi com venda de ações que nem sabia que tinha

 (Reprodução)

Governo quer arrecadar até R$ 4 bi com venda de ações que nem sabia que tinha

Com dificuldades para privatizar estatais, o governo estima ingresso entre R$ 3 bilhões e R$ 4 bilhões com a venda de ações de empresas que “desconhecia” ser proprietário, entre elas dos bancos Santander e Itaú Unibanco, das teles Vivo e Tim e da fabricante de aviões Embraer.

São 57 participações minoritárias (ou seja, a União não é a controladora) em empresas com ações na B3, a Bolsa paulista, e também com capital fechado. O governo chegou a esse número depois de um levantamento que durou cinco meses.

O Ministério da Economia também vai vender a participação via FI-FGTS (fundo de investimento que usa parcela do FGTS para aplicar em infraestrutura) em 14 empresas. Em fevereiro, o ministério promete divulgar a “caixa-preta” do fundo com os valores de cada empresa e quanto o governo ganhou e perdeu nas operações do fundo, administrado pela Caixa Econômica Federal e envolvido em casos de corrupção.

Leia mais em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/politica/2020/01/governo-quer-arrecadar-ate-r-4-bi-com-venda-de-acoes-que-nem-sabia-qu.html

Notícia sobre Rodrigo Janot bombou na internet

Resultado de imagem para https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2019/09/26/interna_politica,1088393/eu-ia-matar-ele-gilmar-mendes-e-depois-me-suicidar-diz-rodrigo-ja.shtml

Notícia sobre Rodrigo Janot bombou na internet, milhares de sites de notícias e Jornais nesta sexta-feira publicara a notícia sobre Janot. ‘Eu ia matar ele (Gilmar Mendes) e depois me suicidar’, diz Rodrigo Janot a jornal. As manchetes que mais bombaram foram:

  • Eu ia matar ele (Gilmar Mendes) e depois me suicidar
  • ‘Eu ia matar ele (Gilmar Mendes) e depois me suicidar’, diz Rodrigo Janot a jornal

  • Janot diz que cogitou matar Gilmar Mendes dentro do Supremo quando era PGR

Veja em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/09/janot-diz-que-cogitou-matar-gilmar-mendes-dentro-do-supremo-quando-era-pgr.shtml

https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2019/09/26/interna_politica,1088393/eu-ia-matar-ele-gilmar-mendes-e-depois-me-suicidar-diz-rodrigo-ja.shtml Continuar lendo Notícia sobre Rodrigo Janot bombou na internet

Bolsonaro pretende derrubar a exigência do exame de ordem

Bolsonaro pretende derrubar a exigência do exame de ordem, sua luta contra o exame de ordem se arrasta há mais de anos. Neste domingo (25) o candidato eleito criticou de forma veemente a realização de exame pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para registro dos bacharéis em Direito.

“Nós não podemos formar jovens no Brasil, em cinco anos, no caso dos bacharéis de Direito, e depois submetê-los a serem advogados de luxo em escritórios de advocacia, ou seja, boys de luxo”, disparou o presidente eleito. Continuar lendo Bolsonaro pretende derrubar a exigência do exame de ordem