Arquivo da tag: do Supremo Tribunal Federal

Celso de Mello dá 72 h para Planalto entregar registros de reunião com Moro e Bolsonaro

Reprodução

Celso de Mello dá 72 h para Planalto entregar registros de reunião com Moro e Bolsonaro

Em despacho assinado às 22h30 da noite desta terça-feira (5), o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, ordenou ao Planalto que entregue em 72 horas os “registros audiovisuais” de reunião realizada em 22 de abril entre Jair Bolsonaro, ministros e presidentes de bancos estatais. O encontro foi mencionado por Sergio Moro em depoimento no inquérito que apura a acusação de que Bolsonaro tramou uma intervenção política na PF. Segundo Moro, o presidente cobrou durante a reunião a substituição do superintendente da PF no Rio de Janeiro. Do contrário, trocaria o diretor-geral do órgão e o próprio ministro da Justiça.

 

Moro delata Bolsonaro com advogado que já atuou para Marcelo Odebrecht e Eduardo Cunha

Sérgio Moro

Moro delata Bolsonaro com advogado que já atuou para Marcelo Odebrecht e Eduardo Cunha

O ex-juiz foi à Polícia Federal acompanhado de Rodrigo Sánchez Rios, que já atuou para o empreiteiro e o ex-presidente da Câmara, ambos presos na Lava Jato

O ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro, chamado hoje de “Judas” por Jair Bolsonaro, presta depoimento na Polícia Federal neste sábado acompanhado do advogado Rodrigo Sánchez Rios, que já atuou para o empreiteiro Marcelo Odebrecht e o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, ambos presos na Lava Jato. A informação foi antecipada pelo colunista Lauro Jardim. Neste sábado, Moro foi também criticado pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, que lembrou que ele vazou a delação premiada de Antonio Palocci, antes do segundo turno da eleição presidencial, para favorecer Jair Bolsonaro. Ou seja: Moro teria agido para eleger Bolsonaro e prejudicar Haddad – o que significa ter fraudado a disputa presidencial de 2018.

Leia mais em: https://www.brasil247.com/regionais/sul/moro-delata-bolsonaro-com-advogado-que-ja-atuou-para-marcelo-odebrecht-e-eduardo-cunha

O tiro que Eduardo Bolsonaro, o Zero Três, deu no próprio pé

O tiro que Eduardo Bolsonaro, o Zero Três, deu no próprio pé

Está pronta e assinada a decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, de negar o pedido feito pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (sem partido) para que seja encerrada a CPI Mista das Fake News. A decisão será anunciada hoje.

Instalada em setembro do ano passado, a CPI deveria ter encerrado seus trabalhos no último dia 14. Mas o prazo de funcionamento foi prorrogado por mais 180 dias, exigência de 34 senadores e 209 deputados. O Zero Três não gostou disso.

Leia mais em: https://veja.abril.com.br/blog/noblat/o-tiro-que-eduardo-bolsonaro-o-zero-tres-deu-no-proprio-pe/?fbclid=IwAR37tqYTqs6_QksFSiy3mMTeLJUz-lP0vPZmsC43TGMOp7hSZX1uCX6srlU

Globo aponta que Bolsonaro decidiu inviabilizar permanência de Moro no governo

Globo aponta que Bolsonaro decidiu inviabilizar permanência de Moro no governo

“Se o senhor não pode ajudar, por favor não atrapalhe”, disse Bolsonaro a Moro, numa tensa reunião ocorrida em 28 de julho, segundo relato do jornalista Jailton Carvalho. O estopim da crise foi um pedido feito por Moro ao ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, para que ele revisse uma decisão que blindou o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), envolvido no caso Queiroz

Leia mais em: https://www.brasil247.com/poder/globo-aponta-que-bolsonaro-decidiu-inviabilizar-permanencia-de-moro-no-governo#.XWEm9MojFSk.twitter