Arquivo da tag: Luiz Henrique Mandetta

Mandetta diz que ‘perdemos um mês’ no combate ao coronavírus com Teich

Foto: WAGNER PIRES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Mandetta diz que ‘perdemos um mês’ no combate ao coronavírus com Teich

Luiz Henrique Mandetta criticou o período em que Nelson Teich esteve à frente do ministério da Saúde, hoje, mesmo dia em que Teich pediu exoneração da pasta. Para o ex-ministro, o Brasil “perdeu um mês” no combate à pandemia do coronavírus. “A única medida [de Teich] foi exonerar as pessoas que estavam lá trabalhando”, disse Mandetta, em entrevista ao jornal Correio Braziliense. A saída de Teich gerou críticas na classe política e panelaço em grandes capitais. “A gente vê com muita apreensão, porque a sensação que dá é de que foi um mês perdido. Entra uma pessoa no cargo de ministro, não deu tempo de muita coisa, o que ele fez, praticamente, foi exonerar as pessoas que estavam

Em pesquisa para 2022, Mandetta já supera Amoêdo, Doria, Dino e Witzel

Solenidade de Posse do senhor Nelson Luiz Sperle Teich, Ministro de Estado da Saúde

Em pesquisa para 2022, Mandetta já supera Amoêdo, Doria, Dino e Witzel

Em pesquisa de intenção de voto para a eleição presidencial de 2022, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta surge como forte candidato. A pesquisa, realizada pelo instituto Paraná Pesquisas, mostra que Mandetta já supera alguns nomes da política nacional.

Com 6.8% das intenções de voto, Mandetta empata tecnicamente com o ex-presidenciável João Amoêdo (Novo). João Doria (PSDB), com 4.4%, Flávio Dino (PCdoB), com 1.4%, e Wilson Witzel, com 1.1%, já foram deixados para trás pelo ex-ministro.

Leia mais em: https://www.brasil247.com/brasil/em-pesquisa-para-2022-mandetta-ja-supera-amoedo-doria-dino-e-witzel?amp#.Xq14z9_CSx8.twitter

Secretário Wanderson de Oliveira, do Ministério da Saúde, pede demissão

Secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira — Foto: TV Globo/Reprodução

Secretário Wanderson de Oliveira, do Ministério da Saúde, pede demissão

Informação foi divulgada em nota oficial do ministério.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, pediu demissão na manhã desta quarta-feira (15). A informação foi divulgada em nota oficial do ministério.

A saída de Wanderson ocorre em meio à pandemia de coronavírus. Ele vinha sendo uma das autoridades do ministério que mais participavam de entrevistas e ações da pasta sobre o enfrentamento ao vírus.

Wanderson, assim como o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, é defensor do isolamento social como estratégia de contenção do vírus.

Leia mais em: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/04/15/secretario-de-vigilancia-em-saude-do-ministerio-da-saude-wanderson-de-oliveira-pede-demissao.ghtml

Continuar lendo Secretário Wanderson de Oliveira, do Ministério da Saúde, pede demissão

Osmar Terra rebate Mandetta e diz que pico termina em maio

Quem é Osmar Terra, o ex-comunista de Bolsonaro que faz sombra a ...

Osmar Terra rebate Mandetta e diz que pico termina em maio. Osmar Terra rebate Mandetta e diz que pico do Coronavírus termina em maio,

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) confrontou hoje, no UOL Debate, a avaliação do Ministério da Saúde e disse que o Brasil está próximo do fim do pico da pandemia do novo coronavírus. Segundo o titular da pasta, Luiz Henrique Mandetta, o topo da curva ocorreria em junho. O programa reuniu, além de Osmar Terra, os deputados federais Carla Zambelli (PSL-SP) Major Vitor Hugo (PSL-GO) e Coronel Tadeu (PSL-SP), além do senador Eduardo Gomes (MDB-TO)..

Entrevista: Mandetta perdeu apoio dos militares do Planalto

Reprodução/TV Globo

Entrevista: Mandetta perdeu apoio dos militares do Planalto, após entrevista concedida ao  fantástico.

Até os militares do Palácio que apoiavam a permanência de Mandetta no governo acharam demais. A entrevista dada ontem ao programa Fantástico pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, tocou numa corda sensível demais para os generais: a hierarquia. “Mandetta não poderia ter desafiado o presidente em público”, disse um militar com assento no Planalto.

Mandetta diz que continua no Ministério da Saúde após reunião com Bolsonaro

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta - ADRIANO MACHADO

Mandetta diz que continua no Ministério da Saúde após reunião com Bolsonaro

O ministro Luiz Henrique Mandetta afirmou hoje que segue como titular da pasta após reunião que teve hoje com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O anúncio foi feito hoje, em coletiva de imprensa marcada de última hora, onde afirmou novamente que “médico não abandona paciente”.

Doria critica Bolsonaro: ‘Será que um único presidente é o certo?

João Doria, governador de São Paulo (PSDB) - Rodrigo Paiva/Getty Images

Doria critica Bolsonaro: ‘Será que um único presidente é o certo?

O governado de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O político tucano abriu a entrevista coletiva de hoje questionando a postura do chefe do Executivo, que é contra o isolamento social mais rígido. A declaração foi feita durante o anúncio da prorrogação da quarentena contra o coronavírus até o dia 22 de abril. “No Brasil, quero lembrar, defendem o isolamento o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o ministro da Justiça, Sergio Moro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o centro de estudos do Exército, e a maioria absoluta de médicos e cientistas. Será que todos eles estão.

Após recuo no tom, Bolsonaro volta ao ataque contra governadores e Mandetta

Presidente Jair Bolsonaro ao laddo do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante entrevista coletiva em Brasília - UESLEI MARCELINO

Após recuo no tom, Bolsonaro volta ao ataque contra governadores e Mandetta

Num momento em que o Brasil bate, dia após dia, recordes nos números de contaminados e mortos pela covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a trocar farpas públicas com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.
Em entrevista à rádio Jovem Pan na noite de ontem, criticou o que chama de “falta de humildade” de seu auxiliar, mas negou os boatos que circulam desde a semana passada sobre a possível saída dele da pasta. “Não pretendo demiti-lo no meio da guerra, mas em algum momento ele extrapolou. (…) Em alguns momentos, acho que o Mandetta teria que ouvir mais o presidente. O Mandetta quer fazer valer muito a vontade dele.

Braga Netto nega saída de Mandetta ‘nesse momento’; ministro cita ‘tensões’

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em dia de entrevista coletiva sobre a evolução do novo coronavírus no Brasil - DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Braga Netto nega saída de Mandetta ‘nesse momento’; ministro cita ‘tensões’

O ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, afirmou hoje que “não existe” no governo a ideia de demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. “Deixar claro para vocês, não existe essa ideia de demissão do ministro Mandetta, isso aí está fora de cogitação, no momento”, disse Braga Netto.

Continuar lendo Braga Netto nega saída de Mandetta ‘nesse momento’; ministro cita ‘tensões’

Coronavírus: Globo diz que Mandetta critica imprensa para agradar Bolsonaro

Jornal Nacional afirmando o que "o ministro da Saúde encontrou uma maneira de agradar o presidente" - Reprodução/Globo

Coronavírus: Globo diz que Mandetta critica imprensa para agradar Bolsonaro

A Globo emitiu um comunicado durante o Jornal Nacional de hoje criticando o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, depois que ele fez duas críticas à imprensa e à cobertura da crise do coronavírus. Após destacar que Luiz Henrique Mandetta (DEM), mudou o tom e passou a reforçar a necessidade de isolamento o programa leu na bancada uma nota afirmando que “o ministro da Saúde encontrou uma maneira de agradar o presidente”…