Arquivo da tag: principalmente

Técnicos em contabilidade reivindica alteração de categoria

Resultado de imagem para direito simbolo advocacia advogado

Os técnicos em contabilidade reivindica alteração de categoria, principalmente os que estavam cursando o Bacharel em Ciências Contábeis, na época em que a Resolução CFC nº 1.554/18, passou a vigorar, o questionamento até mesmo pelos CRCs dos Estados e por especialistas da área é que estes profissionais foram os mais prejudicados, quando o CFC diz que: “conforme previsto na Resolução CFC n.º 1.554/18, para a conversão do registro de Técnico em Contabilidade para Contador é necessária à devida aprovação em Exame de Suficiência”.

O artigo 9º parágrafo primeiro que deveria ter a seguinte redação: “Para alteração de categoria, faz-se necessária a aprovação no Exame de Suficiência, quando a alteração for de Técnico em Contabilidade para Contador, dos bacharéis que concluíram o curso após 14/06/2013”. Por que 2013, por que se presume que o candidato já estava no primeiro ano com seu curso em andamento quando a Lei entrou em vigor.

O Mercado e os Clientes

Os clientes e mercado não qualificam mais entre “Técnico e Contador”, ou seja, todos são chamados de CONTADOR, pois a sociedade e mídia em geral sabe que não existe mais TÉCNICO sendo extinta essa categoria em 2015. Portanto, a reivindicação é sobre os Técnicos atuantes com situação regular para alterar o Parágrafo 1º do artigo 9º da Resolução 1.554/18 que faz parte da Lei 12.249210. Ou seja, para os Técnicos com registro ativo e regular que possuem Diploma de Bacharel em Ciências Contábeis alterar de categoria de Técnico para Contador, sem a necessidade de submeter ao exame de suficiência.

Conclusão

Os Técnicos que possuem o Diploma de Bacharel em Ciências Contábeis se recusaram a fazer o exame de Suficiência, isso acorre desde o 1º e 2º exame de 2018. E, 2019 não foi diferente no 1º e 2º exame de 2019, (exame 2019-1 em 07 de Julho, e exame 2019-2 ocorreu em 27 de Outubro de 2019). O motivo é um protesto contra o CFC que não se manifesta a respeito da mudança de categoria de Técnico em Contabilidade para Contador.

Por fim, a prova do CFC não avalia a prática do profissional contábil e na visão de especialistas está indo para o mesmo caminho do exame de ordem, já existem vários cursinhos explorando o candidato, alguns prometendo aprovação na tal prova. Na internet basta uma pesquisa para deparar com bastantes sites ofertando cursos preparatórios online, estão virando uma  mercantilização e um meio de comércio.

Fica aqui o espaço aberto para o CFC – Conselho Federal de Contabilidade se manifestar sobre o assunto.

 

Leia Também

CFC confere prerrogativa para os técnicos em contabilidade autenticar documentos

PEC 108/19 poderá derrubar exigência de exame de ordem com a extinção de vários conselhos de classe

Exame de Suficiência 1ª edição 2019 reprova 65,07% dos candidatos

Resolução que exige Técnico em Contabilidade com Bacharel em Ciências Contábeis a submeter exame de Suficiência para mudança de categoria para Contador é inconstitucional

Exame de Suficiência não avalia a prática do Contador e os Técnicos com Bacharel em Ciências Contábeis se recusam a fazer a prova

Desembargadores Federais obriga CRC conceder registro profissional a uma Bacharel em Ciências Contábeis em Santa Catarina

Petição Pública: Mudança de Técnico de Contabilidade para Contador 2019

Bacharel em Ciências Contábeis que atua como técnico recusa fazer o exame de suficiência

Técnicos em Contabilidade que têm Bacharel em Ciências Contábeis não fizeram exames de suficiência 1º e 2º de 2018

CFC emite comunicado sobre o Exame de Suficiência 2019

Exame de suficiência pode ser extinto para Bacharel em Ciências Contábeis

 

Deputado Arnaldo Jardim discute impacto de fraudes nas contas de luz

Por Valdivino Sousa em, 23/11/2019

Imagem relacionada

Deputado Arnaldo Jardim discute impacto de fraudes nas contas de luz

comissão especial que vai propor um Código Brasileiro de Energia Elétrica discute hoje o impacto das fraudes e dos furtos de energia elétrica para o consumidor.

Arnaldo Jardim  foi um dos que pediram a realização da audiência, afirma que o setor de energia elétrica vem passando por uma intensa fase de debates sobre os rumos a serem tomados.

“Isso vale para as fontes alternativas de energia elétrica e as diferentes formas de incentivo, desburocratização de processos e, principalmente, diminuição nas contas pagas pelos consumidores”, disse Jardim.

Debatedores
Foram convidados para discutir o assunto, o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Marcos Aurélio Madureira; e
o especialista em Energia do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) Clauber Barão Leite.

Imagem relacionada

O debate – que foi sugerido também pelos deputados Eduardo da Fonte (PP-PE), Luis Miranda (DEM-DF), Perpétua Almeida (PCdoB-AC), Pedro Uczai (PT-SC) e Neri Geller (PP-MT) – será realizado a partir das 14 horas, no plenário 14.

Fonte: https://www.arnaldojardim.com.br/site/noticias/comissao-do-codigo-de-energia-discute-impacto-de-fraudes-nas-contas-de-luz/

Acesse o site do Deputado: https://www.arnaldojardim.com.br

Josiane é uma pedra de gelo, diz Agatha Moreira, de A Dona do Pedaço

Agatha Moreira é Josiane em "A Dona do Pedaço" - Divulgação/TV Globo

Josiane é uma pedra de gelo, diz Agatha Moreira, de A Dona do Pedaço

Josiane sente profundo desprezo por Maria da Paz (Juliana Paes) em A Dona do Pedaço.
A patricinha mimada, que odeia ser chamada pelo nome de batismo, tem vergonha da origem humilde da mãe e já disse como sofria bullying por se referirem a ela como “a filha da boleira”. Mas o que explica tanto ódio e, principalmente, o que leva ela a querer arruinar a própria mãe?.

Continuar lendo Josiane é uma pedra de gelo, diz Agatha Moreira, de A Dona do Pedaço

Bolsonaro: MEC intervém, e universidade anulará vestibular para transexuais

ADRIANA SPACA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Bolsonaro: MEC intervém, e universidade anulará vestibular para transexuais.
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta tarde que, após “intervenção” do ministério da Educação (MEC), a Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) suspenderá um vestibular para transexuais, travestis, intersexuais e pessoas não binárias. A instituição havia anunciado em seu site, no último dia 10, uma seleção específica para estes candidatos nos campi do Ceará e da Bahia.
“A Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Federal) lançou vestibular para candidatos TRANSEXUAL (sic), TRAVESTIS, INTERSEXUAIS e pessoas NÃO BINÁRIOS. Com intervenção do MEC, a reitoria se posicionou pela suspensão imediata do edital e sua anulação a posteriori”, escreveu Bolsonaro em seu Twitter.

Continuar lendo Bolsonaro: MEC intervém, e universidade anulará vestibular para transexuais

Veja os temas de Matemática mais exigidos na 2ª fase da Fuvest

Matemático dá dicas para resolver questões e sair bem na prova

Veja os temas de Matemática mais exigidos na 2ª fase da Fuvest, a segunda fase da Fuvest acontece nos dias 6 e 7 de janeiro de 2019. Ao todo,  35 mil alunos prestarão o vestibular para conseguir uma vaga na Universidade de São Paulo (USP). A preocupação nesse momento é com as questões que estão por vir, principalmente, da disciplina mais temida entre os jovens: a matemática. Mas como saber quais temas estudar para o exame? Continuar lendo Veja os temas de Matemática mais exigidos na 2ª fase da Fuvest

Percentual de graduados em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática ainda é baixo no Brasil

20181009110257324760e
Percentual de graduados em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática ainda é baixo no Brasil

Percentual de graduados em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática ainda é baixo no Brasil

Segundo o relatório Education at Glance da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), apenas 17% dos graduados brasileiros são dos cursos da área de STEM – Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática, na sigla em inglês. A média dos países ricos é de 24%.

Apenas Argentina e Costa Rica têm percentuais menores do que o Brasil, ambos com 14%. O relatório analisou ao todo 35 países-membros, que são os mais ricos do mundo, e outros 11 considerados parceiros, em que o Brasil se inclui.  Continuar lendo Percentual de graduados em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática ainda é baixo no Brasil